Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |


O que é que tu queres?
O que é que tu sabes?
Não é fácil para mim...
Às vezes encontro-me tão triste...
Onde é que tu vais?
Não é tão simples assim...
Porque às vezes o meu coração não responde...
Só se esconde e doi...
Por favor, não vás ainda, espera anoitecer
A noite é linda, espera que eu adormeça
Diz-me como é que tu podes viver indo embora?
Por favor, diz-me agora...
Ou será que nem tu queres perceber?
Talvez tu sejas feliz sem mim sem saberes...

As horas que passamos juntos têm sido maravilhosas! Cá entre nós e que ninguém nos ouça... É pena que alguns amigos e conhecidos, não consigam entender a grandeza deste sentimento que partilhámos um com o outro... Eles não conseguem compreender como nós conseguimos trocar tanto carinho, sem termos muito a ver um com o outro...

Cá entre nós e que ninguém nos ouça... Eu quero que tu saibas como és importante, e o quanto representa para mim, nós partilharmos os nossos pensamentos, os nossos sonhos e os nossos planos... E como fazemos isso tão bem...

Eles não sabem que nós, não nos julgamos nem nos condenamos, apenas buscamos amor para partilhar. Não sabem que trocamos abraços e até beijinhos. Eles não sabem que nós, nos preocupamos um com o outro, ponderamos situações e trocamos tantas coisas que aprendemos na vida... Eles não sabem, o quanto sabemos que temos ainda a aprender!

Cá entre nós e que ninguém nos ouça... Eu quero que tu saibas que os meus dias são mais brilhantes... E que os meus pensamentos, são muito mais felizes só por tua causa... Por isso agora eu escrevo este texto, independentemente do que o futuro nos reservar, quero que tu sintas que eu importo-me contigo, que quero dar brilho ao teu dia e que te desejo toda a felicidade em todos os dias da tua vida...

Cá entre nós e que ninguém nos ouça... Eu agradeço aos céus este mundo virtual, porque sem ele, eu nunca conseguiria sentir-me assim tão perto de ti, nas tuas "ausências" daqui!!!


Ainda bem que tocou esta música suave... assim eu posso dançar contigo como no passado.
A dançar assim, eu tenho-te nos meus braços, e posso sentir o teu corpo macio... o teu peito apertado no meu peito, e a tua cara colada na minha...
A dançar assim, apetece-me dizer coisas, que as outras pessoas não precisam saber, abraça-me mais forte e não te importes com os outros...
Que bom se esta música não terminasse mais....

Depois de estar à espera de nos encontrarmos há tanto tempo, eu não vou desperdiçar esta semana. Vou-te fazer vários convites, porque já fiz o nosso programa para toda a semana, e já sei por onde vamos começar...



Um bom lugar para nos encontrarmos...
Outro para passear à beira mar...
Depois um bar à meia luz...
Eu esperei por estas noites uma semana...
Depois vamos dançar num bom lugar...
E para terminar só há um lugar para nos amarmos...
E esse lugar tu já sabes qual é...



O tempo passa tão depressa... E tu vais voltar para o teu "lugar" no final da semana. E eu vou esperar para te encontrar noutra semana, para vivermos de novo o nosso amor.

Tu acabas por conseguir dominar-me... Eu não resisto!!! Parece que tu foste feito para me conquistar... Aí eu desisto...

Tu sabes que eu acabo por te dizer que sim... Faz-me o convite... Abala as minhas estruturas, faz desmoronar-me...

De cada vez que tu vens fazer-me um carinho... Sabes que me levas para o mau caminho... Contigo adoro tudo e morro de prazer...

A minha cabeça fica louca por te desejar... A minha tristeza vai-se embora, é só tu chegares... Sem o teu amor não dá para ficar...

Fala para mim... Diz-me que não vais deixar-me... Jura que vais levar-me em cada fantasia... Cada madrugada...

Fala para mim... Os teus delírios de amor... Contigo eu faço o que for... Adoro essas loucuras que tu me dizes.

Eu nunca amarei alguém como te amo a ti, por isso não consigo esquecer-te.
Esquece tudo aquilo que eu falei, guarda-me na lembrança, porque há coisas que o tempo não desfaz...
Ainda estou a tentar afastar-me, mas o meu coração só pensa em voltar.
Sorrisos e palavras são tão fáceis, escondem a saudade que ficou, mas acho que me cansei dos meus disfarces...
Quem olhar nos meus olhos, vê que nada terminou.
É por tudo isto que hoje eu sei que não posso nem pensar em perder-te.
Queria estar contigo para te dizer, o quanto ainda te amo...

Tenta esquecer-me... Tenta mil vezes e até mais... Não conseguirás, eu sei. Porque sei que tenho deixado marcas no teu coração. Poderás fingir até que te esqueceste, mas eu sei que desejas somente enganar-me...

O meu amor toca-te fundo, ele toca a tua alma e tu sentes! As horas passam, e os dias também, mas o meu amor estará sempre dentro de ti. Não esquecerás as nossas horas íntimas...

O teu corpo sentirá a falta das minhas carícias, a tua boca do calor dos meus beijos, as tuas mãos desejarão alisar os meus cabelos, e eu não estarei aí... Então tu sentirás a saudade...

Somente aí saberei se tens coragem de dizer que consegues viver sem mim, e que te esquecerás de mim... Somente aí saberei se tu me amas.

Eu estarei no mesmo lugar de antes, à espera que um dia tu voltes para mim. Serei sempre tua... Jamais te esquecerei... Sempre te amarei!!!

Já não sei o momento exacto de partir...
Não me quero entregar tão cedo...
Aquele amor que eu senti quando te conheci, já não estou a sentir faz algum tempo.

Não vejo mais o brilho dos teus olhos para mim...
Nem sei se ainda te posso fazer feliz...
Cada momento que passámos, juro que é bom, mas tudo que acende apaga... e o que era bom acabou.

Quando eu penso em me ir embora, tu não me queres dar razão, dizes que eu estou a deitar fora o amor que tens por mim no teu coração. Eu fico a disfarçar, e finjo que não sei, que em pouco tempo volta tudo outra vez a ser como antes...

Estou aqui a pensar em ti, a distância separa-nos, mas tu fizeste-me acreditar que o amor nos aproxima.

Olho para o lado e não te vejo, mas o meu pensamento está em ti, e quanto mais penso, mais te desejo. Quero-te agora, aqui. Sei que às vezes sonho, deliro...

Faço da terra o céu, e perco-me em devaneios. És o meu amor, a minha sina. Contigo quase enlouqueço. As tuas palavras, o teu jeito, dominam-me. Quero-te a qualquer hora, e a qualquer preço.

E se algum dia eu puder, seja no céu, na terra ou no mar... ficar contigo realmente, por ti vou revelar, que o que mais quero é amar-te.

Conto as horas para a despedida. É ridículo estar assim a teu lado e não estar contigo. Usar o tempo apenas como uma longa despedida. Estar contigo a pensar em quando não estarei.

É ridículo ter saudades tuas quando estou contigo. Não consigo resistir a pensar que daqui a umas horas já não estarás aqui. Que daqui a umas horas apenas poderei ouvir a tua voz pelo telefone.

Tu vais e eu fico. Dou-te um beijo. Digo-te até já para tentar enganar o tempo.

Enquanto estiveres longe estarei a contar o tempo. Enquanto estiveres longe estarei à espera para me despedir de ti. É ridículo viver assim, a contar o tempo que nunca é suficiente.

Que adianta eu olhar-te, se tu não notas a minha presença? Que adianta eu seguir-te, se tu não acompanhas os meus passos?

Que adianta eu chorar, se tu não vais enxugar as minhas lágrimas? Que adianta eu chamar-te, se tu não estás aqui para me escutar? Que adianta eu beijar, se não são os teus lábios que tocam os meus?

É triste ver os teus cabelos e não poder acariciá-los... É triste ver o teu corpo e não poder abraçá-lo... É triste ouvir o teu nome e não poder pronunciá-lo...

E no meio de tanta tristeza, pergunto-me, de que adianta amar-te tanto, se tu não podes estar aqui junto de mim?

Amo-te, por isso vê se não machucas o meu coração. Eu sei que não te terei só para mim. Não importa quando, passe o tempo que passar estarei sempre à tua espera. Pois dentro de mim tu terás sempre um amor sem fim.