Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Tenta esquecer-me... Tenta mil vezes e até mais... Não conseguirás, eu sei. Porque sei que tenho deixado marcas no teu coração. Poderás fingir até que te esqueceste, mas eu sei que desejas somente enganar-me...

O meu amor toca-te fundo, ele toca a tua alma e tu sentes! As horas passam, e os dias também, mas o meu amor estará sempre dentro de ti. Não esquecerás as nossas horas íntimas...

O teu corpo sentirá a falta das minhas carícias, a tua boca do calor dos meus beijos, as tuas mãos desejarão alisar os meus cabelos, e eu não estarei aí... Então tu sentirás a saudade...

Somente aí saberei se tens coragem de dizer que consegues viver sem mim, e que te esquecerás de mim... Somente aí saberei se tu me amas.

Eu estarei no mesmo lugar de antes, à espera que um dia tu voltes para mim. Serei sempre tua... Jamais te esquecerei... Sempre te amarei!!!

11 Comments:

  1. peter pan x said...
    Art, São profundas estas palavras e, no estilo a que já nos habituaste, deixam-nos a vaguear pelas nossas memórias... Em cada coração poderá haver lugar para vários momentos marcantes e diferentes, mas as intensidades com que foram vividos fazem a grande diferença... Abraço.
    robina said...
    Vejo que a ausência te fez ficar ainda mais poeta ;-) Beijinho, Art :-)
    Anonymous said...
    Adoro estas descrições, esta frontalidade pura, este pôr à prova...! Força contigo! Adorei este teu artigo. Suberbo! Beijo grande! Catarina. http://chamaoculta.blogs.sapo.pt
    zag said...
    Bom Dia, Lamento meu querido, mas vou ter de rebater algumas coisas... Nada se pode tomar por adquirido e muito menos o sentimento, em consonancia com o para sempre, porque o para sempre só no sempre se vai saber... O futuro será sempre o futuro, o passado o passado e o presente não existe porque passa imediatamente ao passado. Essa coisa de se amar para sempre também é ilusoria a não ser que nunca se tenha tido, porque o ter faz dele (do ter) passado e tende não para sempre mas para passado, é quase matematica... "Tenta esquecer-me... tenta mil vezes e até mais..." O tempo tem tanto de bom como o dobro de mau... e o esqueçer é apenas uma questão de tempo mesmo, e quanto mais se "tenta esqueçer" mais nos sofocamos nessa tentativa ao ponto de o tempo fazer com que isso seja uma realidade e quando se der por ela, já se esqueçeu... é temporal mesmo... Abraço
    inconfidente said...
    Pelo menos enquanto esperas...vai vivendo a vida....não vivas em função desse amor.
    conchita said...
    custa muito esquecer quando não se quer... é muito mau
    gilda said...
    Pois é Art... mais uma vez ela escreveu exactamente aquilo que eu decidi. E olha que uma mulher decidida é lixada. ;-) Beijos
    lino gomes said...
    Há uma música que diz: o amor é como o mar tem marés de ir e voltar ... e eu voltarei p'ra ti
    Anonymous said...
    Um grande amor não se esquece! Um dia a chama apaga-se pelo tempo mas as memórias e a saudade fica sempre!
    mfc said...
    Quando se quer, quer-se mesmo, mas é preciso ter-se os pés bem assentes no chão!
    .★. RaFaeLiinHa .★. said...
    muito linda a poesia, eh, esse tbm eh seu espaço... vc pode escrever tudo sem ninguem perturbar, no meu caso, tem um q me xinga e me chama d infantil, mas eu naum me importo, ele esta apenas me julgando, e eu naum preciso seguir o julgamento dele. um bjaum

Post a Comment