Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Tínhamos todos 20 anos nos anos oitenta.
Era o tempo da expressão "o que tu queres sei eu".

Felizmente nunca irão saber o que eu queria, nem o que andei a fazer naqueles anos que agora chamam de oitenta. Não são histórias que se possam contar, e muito menos voltar a acontecer. Eram tempos em que dava para fazer tudo ao mesmo tempo, sem se perder a sensação de que não se tinha feito nada, mas bem pelo contrário, de que ainda havia muito para fazer.

Os anos oitenta, foram uma década de puro divertimento. Era a música... a dança... a música de dança... e todos vocês são capazes de distinguir e imaginar, entre o que pode levar à dança, e ao que a dança pode levar...

Nos anos oitenta havia rapazes e raparigas... olhares, vontades, investidas, planos...
E não vale a pena esconder, esses rapazes fizeram-se homens, e as raparigas mulheres. E passaram a dar-se números de telefone, a dar-se "ares de graça", a dar-se desculpas...

Também nos anos oitenta havia projectos, havia problemas, e havia malandrice. Era o efeito desencaminhador... para o bom caminho.
Afinal aquela paródia ininterrupta que foram os anos oitenta valeu a pena...

3 Comments:

  1. Ana said...
    Art,

    Eu não tinha 20 anos nos anos 80, mas estava muito muito lá pertinho...
    Foram anos muito loucos, anos de irresponsabilidades, de desprendimentos, de ilusão, de infindáveis festas. Posso dizer que os vivi "à grande"!

    Vivi?? Eu ainda estou a viver os meus anos 80!

    Beijinho
    foryou said...
    não só vale a pena como é necessário para que mais tarde sejamos realmente gente
    os meus 20 anos.... xxxiiii nem me atrevo :D
    Dä®k Añgë£ said...
    Art,
    Os maravilhosos anos 80... eu mesma já ouvi e repeti esta frase milhões de vezes. As coisas que na altura eu não percebia nem entendia... mas deveria...
    Eu nos anos 80 pulei, dancei, e transpirei muito ao som de músicas fantásticas em todas as discotecas possíveis e imaginárias...!!!
    As saudades que eu tenho daquele tempo...
    Beijinhos.

Post a Comment