Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

"Felizes os que nada esperam, pois nunca serão desiludidos"

Sébastien-Roch Chamfort

Depois de muito tempo eu acabei por aprender a viver segundo este lema. Deixei de esperar o que quer que seja dos outros, e passei a contar só comigo. Mas na verdade não sei se sou mais feliz assim ou não. Talvez porque o que me levou a viver assim foi o facto de ter deixado de acreditar em todas as pessoas, e isso por si só não é nada positivo. Eu diria até que é uma das piores, e mais dolorosas conclusões a que se pode chegar na vida.

Infelizmente a vida é demasiado cruel, e com a experiência e maturidade, mais cedo ou mais tarde, todos acabamos por tirar a mesma conclusão. Eu diria que se trata apenas e só de uma questão de tempo, nada mais.

20 Comments:

  1. Raquel said...
    Art, infelizmente esto a passar por um momento em que o que dizeste neste post faz absolutamente sentido.
    Isto porque descobri uma enorme traição por parte de uma pessoa que eu não so considerava melhor amiga como também família.
    E estou naquela em que se uma pessoa que eu confiava imenso me fez o que ela fez não se pode mesmo confiar nas pessoas.
    Não se pode mesmo por a mão no fogo por ninguém.
    Mas não sei qual é a melhor forma de nos precavermos se é deixar de confiar e de acreditar nas pessoas ou pelo confiar/acreditar e depois desiludirmo nos...
    Beijinhos Art
    ▒▓█► JOTA ENE said...
    ººº
    Boas amigo Art,

    Eu costumo dizer que felizes são os ignorantes.

    Dissecando melhor o teu post direi o seguinte, eu pessoalmente (raramente) dou 2ª chance em qq assunto ou detalhes na vida, seja sentimentalmente, seja em termos de amizade.

    Eu tenho uma máxima que é... esta vida é efémera, lutamos por um património uma vida inteira ... e para quê? Face a isto há que aproveitar a vida ao máximo e quem anda a fod** meio mundo ponho logo de lado, nesse aspecto sou implacável.

    Aproveitar ao máximo os laivos de felicidade, porque felicidade plena não existe e o resto é conversa.... mas isto sou a dizer e a pensar.

    Be happy e bom f-d-s
    escarlate.due said...
    hum... é verdade que a desilusão de percebermos que, afinal, não podemos confiar em alguém, doi mas...
    generalizar Ůt???
    o mundo é cruel, a vida é cruel? sim... às vezes... muitas vezes... mas... oh Å®t tem tanto de bom como de cruel, tem tanto de falso como de verdadeiro.
    mais cedo ou mais tarde perdemos ambos: o mundo e a vida nele. para quê então desperdiçar tempo a ver o lado mau?
    é dificil acreditar nos outros? é! mas vale a pena o esforço porque afinal nós próprios não somos melhores nem piores e há tanta gente por aí que merece que acreditemos. os outros? aqueles que não o merecem... quem são esses, que importam esses?
    Erotic Spirit said...
    it is indeed so.
    Don't blame others for such... maybe we expect too more from others and that's unfair, its a better experience to get what is truly given... not demanded, not asked, not expected.
    In the end we get what we give and it all balances out, so don't expect but don't clam up either :)
    © Piedade Araújo Sol said...
    pois...um texto que tem a sua dose de realidade.

    abraço para ti
    Luadoceu said...
    Quando começamos a pensar com a cabeça e não com o coração, é uma chatice
    É mesmo uma chatice Art
    Bjos amigo....
    Luadoceu
    Je Vois la Vie en Vert said...
    É pena ter aprendido isto por desilusão.

    Aproveito para dizer ao JONA ETE que sou uma ignorante ;)) LOL

    Não sou feliz sempre, claro, ainda hoje tive altura em que estive muito triste por razões familiares mas o meu optimismo volta sempre ao de cima !

    Sendo voluntária, não falo as coisas para receber coisas em troca mas acabo sempre por receber...nem que seja sentir-me útil.

    Beijinhos

    Verdinha
    Maria, Simplesmente said...
    Só posso falar por mim, não pelos outros, mas custa-me acreditar que haja alguém que não espere nada na vida.
    Como disse falo por mim.
    Apesar de desilusões, que todos temos infelizmente, continuo a acreditar e cada desilusão é para mim mais uma lição de vida.
    No entanto e embora acredite em sentimentos de amizade, como entendo que todos somos diferentes e que nem todos pensamos e sentimos da mesma maneira, as desilusões não são assim tantas e tão grandes.
    Também depende das pessoas que me rodeiam, dos amigos que fui fazendo ao longo da vida, e de não ser exigente em relação aos outros.
    Sou talvez mais exigente em relação a mim própria.
    Sou incapaz de ferir um amigo qualquer amigo meu sabe até onde pode contar comigo.
    Claro que decepções todos temos, mas também as podemos provocar, e por vezes sem intensão de magoar.
    Mas lá que conto mais comigo e não com os outros isso é verdade.
    Até porque nunca gostei de "bengalas" mas sim de amigos e felizmente os que tenho são bons.
    Bom fim de semana
    Bj
    Maria
    tulipa said...
    ADOREI O POST - tema que tem tudo a ver com estas palavras que escrevi hoje, num momento de muita solidão neste Mundo.

    Apenas os meus passos quebram o silêncio
    Tudo o resto à minha volta cessou
    Outros sons existem na minha alma dorida
    De palavras ditas sem pensar, para magoar
    Vindas de pessoas que se dizem amigas
    Mas…infelizmente não sabem o que isso é!
    Os amigos de verdade não fazem isso…
    Afinal, o que fazem os amigos de verdade?
    É uma questão que coloco cada dia mais
    A mim e aos outros; é que não sei mesmo…
    Há falta de amigos, de camaradas, de pessoas…
    Estou silenciosa, por vezes acontece…
    Não me parece, conheço-me bem
    Nunca, nem um segundo; o silêncio em mim é mau sinal
    Garanto-vos!!!
    Aproxima-se o dia do meu aniversário
    Coincide com aquele dia do ano,
    que muitos se lembram de mim
    e, mais uma vez, pergunto:
    e, nos outros 364 dias, onde andam?
    Ou…onde ando eu? Noutro planeta?
    Quem sabe…É-me difícil avaliar.
    E, dentro do meu peito ouve-se algo
    é sempre o mesmo murmúrio, lá bem fundo
    triste, fluindo ininterruptamente,
    dói…se dói…
    porque é o sentimento que confere o significado à Vida.
    (palavras minhas)

    Beijinhos meus.
    Ana Martins said...
    Boa noite,
    é realmente triste chegarmos a essa conclusão. Pessoalmente quero acreditar que ainda há pessoas em quem podemos confiar.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Nandinha... said...
    tudo não passa de uma questão de tempo...

    Não triste não esperar... basta crer que tudo que virá será novo e inesperado... e o inesperado as vezes é grandioso...
    Maria, Simplesmente said...
    O teu comentário sobre a minha fotografia... foi amável.
    "Capaz de entender..." não me faças rir!
    Vindo de ti isto é estar a gozar-me!
    Mas eu desculpo pois... fala o fotógrafo.
    Bom domingo
    Maria
    T I N I N said...
    Eu ainda acredito nas pessoas...
    Beijo
    T I N I N
    (Un)Hapiness said...
    e felizes não serão aqueles que ainda acreditam?

    quero acreditar que sim.


    um beijinho de esperança* :)
    Secreta said...
    Eu ainda não tive o "tempo" necessário para me convencer disso. Portanto, continuo a sofrer decepções abismais.
    Beijito.
    alfabeta said...
    Só tenho uma coisa a dizer, de nada vale deixar de acreditar em todas as pessoas pelas atitudes de uma só, porque senão, não acreditamos em nós também, temos é que acreditar sempre que há mais pessoas como nós,senão somos os únicos na terra e isso é muita solidão junta, não sei se fiz algum sentido, mas ...
    :)
    Fa menor said...
    Esta é uma frase que nos leva a autoprotegermo-nos. Mas o que é certo é que somos seres sociais e só na relação com os outros nos realizamos. Deveriamos era não ficar tão dependentes de terceiros, pois como seres humanos todos erram e ninguém pode dar mais do que o que tem.

    Dê cada um, primeiro! "Pois é dando que se recebe". Assim sempre receberemos alguma coisa... se calhar, não na medida que precisamos, mas algumas vezes seremos surpreendidos pela positiva. E claro, é preciso sempre contar com absolutamente NADA da parte dos outros, uma grande parte das vezes.

    Boa semana!

    Bjos
    Miriamdomar said...
    Olá Art

    Essa frase, é uma máxima que realmente, tem a sua razão de existir!Mas não acho que devamos generalisar!
    As desilusões, eu sei que vou ter a vida inteira porque, as pessoas não são iguais ,nem educadas da mesma forma!
    Mas só o facto de, eu ter consciência disso, já me ajuda a lidar com as desilusões da vida!

    Bjo
    Miriam
    Parapeito said...
    :)))
    Deixo um abraço...E vale a pena acreditar***
    Titas said...
    Quase 4 anos passaram, hoje, por acidente, tropecei em ti. Que prazer reencontrar-te; que prazer lembrar como escreves bem.

    Um abraço

Post a Comment