Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

“O meu amor é tão forte, que o devias sentir. Tinhas a obrigação…”
“Quem te disse que não sinto?”
“Pois, mas se sentes e nada fazes…”
“Tenho medo!”
“Medo?!? Medo do quê???”
“Medo.”
“É normal, mas a vida é mesmo assim, e é preciso vivê-la, não?!?...”
“Pois. Mas não sei que fazer.”
“Achas que estás melhor assim, que estamos melhores assim?”
“Não sei. Já não sei muito…”

2 Comments:

  1. Dä®k Añgë£ said...
    Art,
    As palavras estão sempre cheias de conteúdo, e trazem sempre com elas uma mensagem. Neste mundo de seduções seria uma pena e uma perda não nos deixarmos seduzir pela sua carga intimista. Gostei do diálogo. Gostei da atitude. Gostei da verdade...
    Beijinhos.
    foryou said...
    não saber também faz parte da vida e é saudavel muitas vezes e é um bom caminho a seguir
    digo eu...
    e o medo não é uma coisa negativa. pode fazer-nos recuar é certo, ou pode petrificar-nos às vezes, é verdade, mas é igualmente verdade que também nos pode fazer arrancar em frente como nunca imaginámos ser capazes
    digo eu...
    mas eu talvez não saiba grande coisa...
    :)
    beijoooo

Post a Comment