Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Naquele tempo eu sentia-me sufocado...
As tuas surpresas... os teus telefonemas... a tua presença constante...
Os nossos sorrisos... os nossos suspiros... os nossos olhares cúmplices...
Não resisti...
Conseguiste-me fazer esquecer de tudo...
Como me tornei frágil...
Perdemo-nos um com o outro...
Tantas portas... tantos caminhos... tantas estradas... tantas janelas...
E não conseguimos encontrar uma saída!!!

A nossa amizade hoje angustia-me.
Fugi do teu olhar, antes que me afogasse.

Fui então acusado de cobardia, e nunca fui compreendido.
Fui acusado de não ter lutado... e tu... será que tu não deverias ter lutado também?
Fui acusado de não ter esperança, e nisso talvez tenham razão, porque apaguei todas as luzes logo após te ter negado a possibilidade de entrada na minha vida.

Os meus pés decidiram parar antes que me perdesse de vez.
Desde esse dia tentei arranjar novos sonhos... compartilhar novos planos...
Saí pela porta dos fundos quando não havia ninguém a olhar.
Vagueei falsamente distraído, à procura de ouvir os sons do silêncio e nada mais.

Apaguei os teus sorrisos da minha memória.
Rasguei-me ao meio e deitei metade fora.

3 Comments:

  1. Dä®k Añgë£ said...
    Sabes uma coisa Art? Sou da opinião de que quem parte já há muito que se tinha ido embora. E tu és daquelas pessoas que é como se nunca estivesses em lugar nenhum, por isso apenas decidi guardar-te no meu coração que é o único sítio do qual tenho a certeza que nunca partirás. E na verdade, nem eu mesma sei definir se foste um fraco por teres fugido, ou se pelo contrário terias sido um fraco se tivesses ficado.
    Beijinhos.
    foryou said...
    "rasguei-me ao meio e deitei metade fora"
    e depois Å®t? reconstruiste a metade?! então deixa lá ficar a outra onde a largaste, já não precisas dela, tens uma nova. aahhh mas ficou-te na memória? às vezes a memória tem dessas coisas... mas não é má companhia se não importunar em demasia.
    beijinhosssss
    NunoSioux said...
    Partir é facil, por vezes ficar é mais...
    Quem parte sabe porque parte, quem fica sofre por saber...
    Rasgar metade de nós e deitar metade fora, quem nunca fez isso?

    O vazio, o vazio...

    A saudade preenche.

    Abraço

Post a Comment