Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Há alturas na nossa vida afectiva em que somos capazes de nos comportar como autênticos refugiados, e por isso abrigamo-nos no beijo de quem estiver mais próximo, e escondemo-nos nos lençóis que se nos apresentam mais confortáveis.

Somos capazes de nos comportar como autênticas prostitutas de sentimentos, e de vendermos o amor que sentimos por um pouco de atenção... por um beijo fácil... por uma noite descomprometida... por um amanhecer a dois seguido de... nada...

Não temos medo, nem vergonha de nada, e sentimos que podemos amar à vontade, porque este tipo de relacionamentos não passam da alvorada.

Somos estúpidos... hipócritas... egoístas... e egocêntricos atordoados por delírios esculpidos no meio de dois corpos unidos pelo acaso, que depois se despem um do outro sem se despedirem...

It's always and only a one night stand...

4 Comments:

  1. Pedro Arunca said...
    Beber e esquecer ou curar a ressaca. Sede a quanto obrigas!
    Dä®k Añgë£ said...
    Art,
    Um bom ambiente... um jogo erótico... uma discoteca... uma festa particular... uma atracção repentina... e umas bebidas alcoólicas... e está criado o cenário perfeito para uma "relação relâmpago".
    Gosto de one night stands, porque isso por si só significa que houve sexo só por uma noite, e que nenhum vai à procura do outro no dia seguinte. Fica no ar um acordo tácito em que neuras, traumas, ou explicações têm lugar... e isso agrada-me... gosto disso... acho que se deve ter uma aventura de uma noite ou duas, de vez em quando, sem qualquer tipo de melindres, sem amuos, e sem falsos pudores. Revitaliza o corpo como aquela bebida que dá asas... oh, se dá!!! Upa, upa... e amanhã é outro dia...

    Kisses
    Pp said...
    Art
    Existem de facto alturas na nossa vida em que sentimos tudo, e somos capazes de sentir e experimentar os mais variados sentimentos.
    E a listagem de sentimentos é imensa, e como tu dizes, vai desde o amor á estupidez.
    Felizmente, Art, somos animais dotados de emoção, com ela, fazemos o mundo girar.
    Abraço
    Anónimo said...
    Alina disse...
    Quebro eu.
    Sei perfeitamente do que falas, compreendo-te perfeitamente, e não acredito naqueles que dizem: eu não era capaz.
    Quando cá dentro estamos sós, e a solidão doi profundamente, e as recordações chegam em catadupas e não há uma mão amiga que se estenda para nós...
    Cuida-te
    Aline

    16 Novembro, 2008 02:38

Post a Comment