Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Vaguear...

Quem amou já perdeu (nem que por uma só vez) a noção do tempo. Já vagueou por ai, com as mãos a deslizarem pelo volante, em busca da recordação perfeita, e viu o tempo passar diante dos seus olhos sem se fazer notar, porque perdemos sempre a noção do tempo e do espaço quando pensamos em alguém que amamos...

Numa noite escura e fria, andava a vaguear pelas estradas do desconhecido, como uma alma solitária. Procurava o meu destino. Por entre as lágrimas do meu choro, tinha a esperança de ver um vulto... o vulto dela... a aproximar-se. Continuei a conduzir e a pensar, como seria o rosto dela... Não consegui deslumbrar uma imagem... Por muito ténue que fosse... Mas mantive a esperança.

Continuei a conduzir, por essas estradas desconhecidas, pela noite escura e fria, porque finalmente a manhã iria chegar, e eu iria ver que afinal essas estradas não me eram assim tão desconhecidas, nem andava assim tão perdido, nem estava tanto frio assim... porque finalmente, como que trazida pelo vento, iria vê-la chegar, dar-me um beijo, e fundirmo-nos num só corpo, que nada nem ninguém iria separar.

12 Comments:

  1. aorta said...
    Art
    O importante é manter a esperança. Só que por vezes não conseguimos ver o que está mesmo à nossa frente.

    Beijo e boa semana.
    Black Angel said...
    tanta vez ansiei o mesmo. o vulto dela a aproximar-se.
    sonho onde procuro o meu destino.
    viva Art!
    instantes e momentos said...
    vim para conhecer teu blog. Muito bom tudo aqui.
    Parabens. Tenha um belo dia.
    Maurizio
    Carla said...
    lindo esse vaguear que te leva ao encontro da pessoa amada
    beijos
    miriamdomar said...
    "O amor só é lindo quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser". M.Quintana
    Mas quem não deseja essa tão almejada perfeição mesmo sabendo que ninguém é perfeito!
    Quando se ama mesmo ,temos medo de perder a pessoa amada !
    Mas existem pessoas que têm medo de amar e só quando perdem o amor é que lhe dão o devido valor!
    Eu já perdi por ter medo e não quero perder mais! Mas o pior é que não consigo achá-lo quando quero, nem quando mais preciso!
    A vida ensinou-me que só posso encontrá-lo, se me amar muito!
    Oliver Pickwick said...
    Um final feliz. Ainda bem?
    Um abraço!

    P.S.: Eu na lista dos dez mais FR? Tá me estranhando, rapaz? Vira esta boca para lá! :)
    Maria, Simplesmente said...
    Penso que a primeira frase deste texto é uma pergunta que fazes, embora sem ponto de interrogação. Eu considero como tal e vou responder-te, ou por outra "divagar".
    O amor, pelo menos, pelo que sei, faz-nos esquecer de nós próprios, como tal e uma vez que nem sabemos, por vezes, que somos gente, que existimos, não nos deixa ver para lá do outro. Pode ser bom, pode ser mau, podemos amar com lucidez ou não.
    Não é simples não.

    Se fores ao Olhares ver a minha Galeria não te admires do que encontras, poucas fotos, eliminei muitas, pois estou a pensar no que fazer. Muitos se foram embora e eu tenho pena e sinto a falta deles, pelos conselhos que me deram e amigos que foram.
    Aparece quando te apetecer.
    Maria
    alfabeta said...
    Gostei do texto, por momentos fez-me sonhar. ;)
    alfabeta said...
    Gosto da música do blogue, quem é?
    Uma estrela errante said...
    Olá,

    A ansiedade de estar perto da pessoa amada é tanta que até vimos visões...

    Gostei de te ler como sempre.

    beijinho

    Isa

    http://virtualrealidade.blogspot.com
    Parapeito said...
    ...é sempre bom...quando no final do caminho temos quem queremos :)

    ***
    Anónimo said...
    Eu admito, eu não tenho sido em se-eu-blogo.blogspot.com em um longo tempo no entanto, foi outra alegria de ver É um tema tão importante e ignorado por muitos, até mesmo os profissionais. Agradeço-lhe para ajudar a tornar as pessoas mais conscientes dos possíveis problemas.

Post a Comment