Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Nada somos enquanto não houver quem veja que nós existimos, enquanto não houver quem ouça o que estamos a dizer, e enquanto não formos amados. Poucas coisas são tão estimulantes e aterrorizadoras como saber que somos o amor de alguém, porque receber carinho dessa pessoa é como receber o mundo sem perceber bem porquê.

O problema deste sentimento... do amor... é que só nos apaixonamos quando não sabemos por quem estamos a apaixonar-nos. A vontade de amar, e ser amado é tão grande, que nos apaixonamos rapidamente.

E apaixonamo-nos sempre na esperança de não encontrarmos na outra pessoa aquilo que sabemos que existe em nós. E quando isso acontece, e a maioria das vezes só acontece uma vez na vida de cada um de nós, podemos ficar apaixonados para sempre, e assim vermos juntos os anos passarem, e quando dermos por isso, estamos a viver um amor verdadeiro, para a vida.

15 Comments:

  1. (Un)Hapiness said...
    ;)

    kiss
    Lyra said...
    E será que o amor verdadeiro é mesmo para avida toda...?

    Beijinhos e até breve.

    P.S- Obrigada, do fundo do coração, pela força que me deste com o teu comentário!
    cõllybry said...
    Qurrido amigo...Dizem e eu acredito, à razões que a propria razão desconhece, assim é no amor...Em rascunho na Alma está, de tudo...

    Beijoca
    Multiolhares said...
    Mas como não conhecemos o verdadeiro amor, as paixões muitas vezes não se transformam nesse almejado amor e o sofrimento anda sempre por aí
    bj
    stiletto said...
    O amor dá um sentido novo à nossa existência, em todas as suas formas. Não há melhor sensação que a sensação de amar e ser correspondida na mesma medida.

    E como o amor está muito perto do ódio (lololol), desafio respondido no meu blog.
    Mel said...
    Não gostaria de falar desse tipo de amor hoje, Art...
    Estou aqui pensando a respeito.

    Beijos pra ti.
    Nogs said...
    Eu não existo sem amor...


    Beijinho e bom fim-de-semana
    Alien David Sousa said...
    Art,é-me tão difícil escrever sobre o amor. Posso fazê-lo, mas quando ao ler o que escrevi fico sempre com a sensação de que nada do que escrevi faz muito sentido. O amor é algo para ser vivido. De cada vez que se o vive é diferente. Assim, não o sei descever, apenas o sei viver. Para a vida toda ou enquanto dura. Só o sei viver.

    Beijinhos
    CESAR said...
    Olá a todos.

    Concordo em parte com a Alien.
    Adoro o amor, escrever sobre amor, viver o amor.
    Mas fica sempre algo por dizer ou por fazer... Não que isso seja mau, mau seria um único acto exprimir todo o sentimento que nutrimos por uma outra pessoa.

    Não é um Sim que valida um Amor. Nem é um Amo-te que faz amar, pouco menos é um beijo.
    O Amor vive-se dentro. E exprime-se até raiar a loucura.
    É a luz interna de dois amantes que quando se juntam ofuscam as estrelas do firmamento e que superam as dores e angústias do dias.
    Dois que juntos são mais do que dois, são um... Aparentemente isto é um puro disparate, uma irracionalidade sem sentido.
    Mas não conheço nada que seja tão irracional como o Amor.

    Amem

    Beijos
    Mi... said...
    A vida sem amor...
    não faz sentido...

    ***
    Secreta said...
    O amor é parte integral de nós!
    Beijito :)
    Carla said...
    foi apenas fabuloso este teu post...tão bom acreditar no amor verdadeiro, mesmo que seja por um instante e não por toda a vida, porque, de facto "não existimos sem o amor"
    beijos
    alfabeta said...
    É impressão minha ou andas muito apaixonado? ;)
    foryou said...
    É tão dificil explicar, não é?! :)
    Elsa said...
    ... mesmo sabendo que nada é eterno, vale sempre apostarmos numa paixão pelos momentos maravilhosos que nos proporciona!...
    existem pessoas que eu guardo no baú de recordações... grandes amores, grandes pessoas...

Post a Comment