Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Pregos...

O nosso esforço deve ser no sentido de não deixar que um momento de raiva deixe marcas, mas afinal somos humanos, e como todos os humanos também erramos. Por isso temos tendência a colocar pregos e a deixar buracos naqueles que mais amamos. Parece um paradoxo, mas infelizmente é verdade.

Sei que ao longo da minha vida, já preguei alguns pregos, que inevitavelmente deixaram cicatrizes. Mas também já fui vítima de vários pregos, que também me deixaram cicatrizes bem profundas. Tento no entanto encarar sempre isso pelo lado positivo, por isso costumo pensar que cada cicatriz que em mim foi deixada ajudou-me a crescer, a ganhar experiência, e maturidade.

14 Comments:

  1. calminha said...
    como te entendo, todos temos mesmo pregos espetados e pregos que ja espetamos, quem dera poder as vezes poder voltar a tras e nao ter feito sofrer, mas falhamos, por sermos humanos e ao menos nao nos armamos em super nada afinal , e acabamos por ter uma maior capacidade de entender os erros dos outros e perdoar.bj
    Incongruente said...
    Há sempre quem nos vá desiludir e fazer doer, mesmo as pessoas que mais gostam de nós. Intrisecamente a crueldade faz parte do ser humano mais que não seja em termos de defesa.

    Tentemos ser tendencialmente honestos. Mas pregos, feridas e cicatrizes de guerra farão sempre parte da existênciaa.

    Abraço.
    belakbrilha said...
    Um texto verdadeiro...

    Somos magoados e magoamos...
    mas existem feridas cujas cicatrizes deixam marcas tão profundas que mesmo que queiramos esquecer e perdoar,as próprias nos fazem lembrar, a dor que sentimos e que sentiremos sempre, mesmo que atenuada

    bjs
    mitro said...
    Ó pá fechem compulsivamente as fábricas de pregos!
    cacau said...
    se não tivéssemos cicatrizes, isso significaria que não tinhamos vivido... mil vezes as cicatrizes! kiss
    Carla said...
    entre os pregos que espetamos e aqueles que nos espetam vamos tecendo as malhas de um conhecimento que só se faz com a experiência de vida
    bom fim de semana
    Um Momento said...
    E sim...
    Cada marca "conquistada" ou "oferecida" deixa em nós a lembrança para toda uma vida... seja ela boa ou menos boa...
    Como te entendo...

    Bom fim de semana desejo!

    Beijo... que te marque o rosto num sorriso

    (*)
    Enfim... said...
    é sem duvida com os erros que aprendemos, no entanto não devemos cair em exagero...

    Beijinhos
    Ignota said...
    Como dizia o incongruente, "pregos, feridas e cicatrizes de guerra farão sempre parte da existência". Eu concordo.
    Ainda que, como dizias tu logo no início, o nosso esforço (por "nosso" entenda-se mesmo "de cada um") deveria mesmo ser no sentido de não pregar os pregos que deixam cicatrizes...
    Também eu faço esse esforço - nem sempre cumprindo os objectivos. Porém, canalizo muitas forças para um outro esforço: perdoar.

    Se os pregos existirão sempre, por muito que os evitemos, não será o perdão a eterna e completa solução?
    Utopia? Sabe bem, perdoar.
    parvinha said...
    Por estranho que pareça é assim...

    Há que crescer e evoluir, cada um ao seu ritmo.

    Beijos
    M@ri@ said...
    Ola Art
    Entro e dou com um texto que vai de encontro ao que acabei de postar...
    Saber perdoar...
    Muitas pessoas pensaram eu perdoar depois do que me fez nunca...
    Ja se estao a condenar,porque so tras tristeza no coraçao,e a vida deixar de ter aquele sorriso lindo que adoramos tudo se torna,como uma obrigaçao de continuar a viver...
    Tenho amigos que me perguntam,como consigo estar sempre a sorrir.
    Eu respondo aprendi a perdoar e amar quem nao e amado...
    Nao vou dizer que tambem nao pregue alguns pregos :))))
    nao sou melhor que ninguem tambem erro muitas vezes....
    E tenho momentos que tenho mau feitio hihihihih
    Mas acima de tudo nao consigo odiar ninguem...
    Meu amigo se permites que te trate por amigo.
    Desejo te um lindo final de Domingo cheio de paz.
    Deixo te um beijo doce
    M@ri@
    Oliver Pickwick said...
    Todos nós, decerto, já batemos os nossos pregos. Contudo, também já arrancamos muito deles e, a depender da terapia, as cicatrizes desaparecem.
    Abraços!
    [ana_pacheco] said...
    das ilusões e desilusões que as vicissitudes da vida nos traz... Há sempre o espaço em que no silêncio e pelo silêncio sofremos... Momentaneamente, diria eu. Porque a garra e a vontade e a expectativa do que virá depois nos assola e nos enche da energia, outrara devassada, que nos traz de volta aos momentos que nos fazem completos. Já dizia alguém que não somos os erros que cometemos... às vezes acontece cometermos erros, e dos grandes... E depois? Também acontece sofrermos pelos erros gigantes de alguém... E depois?... É isso que não nos permite estagnar... Nunca.

    Fica em paz
    Ana Pacheco
    Erotic Spirit said...
    Pregos... sempre dolorosos mas concordo contigo existe sempre um lado positivo mais nao seja aprendemos a ser menos parvos e mais espertinhos ... bem as vezes aprende-se

    :P

Post a Comment