Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |



Mostra-te e diz-me quem tu és
Do alto não se olha para o chão
Olha-me e diz-me quem tu vês
O risco não é mais que uma ilusão
Diz-me o que te vai no pensamento
Conta-me os sonhos que só tu sabes

15 Comments:

  1. aorta said...
    Art
    Talvez tivesse muito para te contar e para te mostrar. O problema, é que às vezes eu própria não sei quem sou e nem reconheço quem vejo. Sonhos? Tantos, que perdi a conta.
    IsaMar said...
    muito lindo. Não cconhecia este teu espaço.
    jinhos meus
    Ana said...
    "Do alto não se olha para o chão"

    ...

    Esta parte está sublime, meu caro!

    Mas olha-se, sim. E de quem olha, nunca vi olhar tão bonito e sonhador.

    Beijosss, MUITOS
    Carla said...
    quem me dera poder dizer-te...seria sinal que eu própria sabia quem era e quanto aos sonhos mudam com os dias e com as vontades, pois tenho o hábito de sonhar de olhos abertos
    beijos
    (Un)Hapiness said...
    Obrigada por passares no meu blog na esperança de encontrares algo novo...não tenho tido muito tempo..nem disposição bah...
    mas de qualquer forma, merci :)

    quanto ao post...

    eu sou adepta da descoberta, não mostro, por norma, que sou, o que faço "aqui" e o que pretendo "daqui"...gosto que me percebam sem que eu o diga...eu sei, se ninguém se mostrar, acabavamos numa sociedade ainda mais fechada, mas não será esta descoberta mais interessante?

    um beijinho
    Ignota said...
    Não escondas a verdade que dói,
    não dês uma explicação imaginára,
    não me dês a única coisa que não mereço: a mentira.

    Não me firas uma vez mais,
    não o faças a quem dizes não merecer,
    a quem um dia disseste que amaste.

    Só desabafos meus.
    Joana Dalila Santos said...
    grande maluco
    casualeblog said...
    Será que esse post teve ou terá resposta?
    :)
    Secreta said...
    Mostra-te , desvenda-te , partilha a tua essência comigo. Gostei :)
    Beijito.
    Erotic Spirit said...
    Ah why don't you discover instead... when one slowly discovers details are rarely overlooked and one is shown details are rarely seen

    :)
    calminha said...
    só posso dizer que o que escreves.te é lindo
    Oliver Pickwick said...
    Acho que este texto é uma estréia nos versos, não é? Pelo menos, neste blog.
    Começaste muito bem, caro Art.
    Abraços!
    Mo said...
    poésia não cãomento
    Ekaterina said...
    Muito bom :D
    Beijinha said...
    Adorei !

Post a Comment