Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Tudo na vida é feito de ciclos, com o seu princípio, meio, e fim.
Obviamente, como o amor faz parte de vida, não poderia ser excepção.
O amor nasce do brilho de um olhar, do encanto de um sorriso, dos jogos de sedução por entre trocas de olhares. Começa escondido, meio tímido, até ganhar o seu espaço e roubar todo o coração.

Fortalece-se no prazer dos carinhos, nos beijos, nos abraços, e na confiança da convivência. Afirma-se no dia-a-dia, no despertar juntos entre lençóis desfeitos, com a lua como testemunha. No desejo de estar sempre por perto. Na dor da saudade. Mesmo no ciúme...

E, no fim, pode ser imortal, pode ser eterno, ou pode adormecer... e abrir espaço para um novo amor que poderá estar a pedir para nascer...

17 Comments:

  1. Elsa said...
    O AMOR NASCE DE MUITO POUCO, BASTA UM GESTO, UMA PALAVRA, UM OLHAR... MAS SEM DUVIDA QUE É A FALTA DESSE POUCO QUE FAZ COM QUE UM AMOR NÃO SEJA ETERNO!...
    JOKAS PARA TI E NÃO ESQUEÇAS QUE SÓ AMANDO CORREMOS O RISCO DAS DECEPÇÕES, DAS DESILUSÕES E DO FRACASSO, MAS TB DE SERES UM VENCEDOR NO AMOR!...
    Ignota said...
    E como doem esses ciclos de amor... Do melhor, passa para o pior, podendo voltar, de repente, para o melhor.

    A utopia do equilíbrio: desejo.
    Secreta said...
    Concordo com este teu pensamento. O amor passa por vários ciclos , alguns bem dolorosos, outros extremamente gratificantes.
    Beijito.
    Carla said...
    Muito bem descrito o ciclo do amor, como tudo na vida também ele nasce, vive e morre...mas é tão bom enquanto dura
    bjs
    Um Momento said...
    Simplesmente adorei este texto...
    No amor tudo é possivel...desde que este exiasta ...
    Ciclos viciosos sem fim...procuram a sua nascente...deleitam-se em cada mare...navegam ao seu sabor , ou simplesmente naufragam , expressando assim a sua dor...

    Mas ha sempre aquele que resiste...que luta...que persiste...e quando é verdadeiro... vence...vive ...sonha e sorri...

    Deixo um beijo sincero a ti... ao amor!

    (*)
    M@ri@ said...
    Ola Art
    Gostei do texto.
    Pois e o amor,um sentimento que vem sem darmos por ele...
    Mas quando se ama mesmo nada o pode tirar do coraçao,
    e eterno...
    deixo te um beijo doce
    M@ri@



    PS desculpa na escrita nao ter assentes mas o meu pc ta com problemas.
    Cöllyßry said...
    O amor que nasce sem aparente razão de Ser...mas plantada a semente lá está...em nós

    Desculpa ando sem tempo,hoje agradeço a linda visita lá nos meus rascunhos poeticos, voltarei...

    Bjca doce
    (Un)Hapiness said...
    e desenvolve-se sem que nos apercebamos...
    haverá mais alguma coisa assim?
    Ana said...
    Sim, é um ciclo. Tudo é composdto por ciclos, também o amor, como tão bem o referes.

    Há amores imortais, de facto... O meu perde-se e encontra-se no meio de lençóis desfeitos, todas as manhãs, todas as noites... Todas as tardes em que sorrio, quando chego a casa e ele me enche de sol.

    O amor requer amor...

    Beijos

    E obrigada pelo teu carinho, palavras e pela existência dos teus blogs que são espaços muito especiais.
    calminha said...
    concordo contigo e acrescento cresce com a paciencia , com operdão , com a vontade de dar o melhor ao outro , de dar-de, de entregar-se com capacidade de sofrer por amor, mas morre com a falta de honestidade, de falsidade, de mentiras e de falata de kerer o bem para o outro mais que a si proprio.
    felicidades para ti no amor deja ele kem o merecer k sefaçam felizes ambos.bj
    Mo said...
    n é só do olhar, pode ser pela palavra
    belakbrilha said...
    O amor é...

    sei lá eu!

    tudo/nada/sentir/desejar

    é...algo muito bonito
    que nos faz sentir VIVOS!!

    bjs
    Oliver Pickwick said...
    Um texto tão pequeno, no entanto descreveu toda uma vida. Aprecio o seu poder de síntese, caro Art.
    Abraços!
    Alien David Sousa said...
    Não vou comentar, apenas dizer que AMEI este teu texto.
    Beijinhos
    [ana_pacheco] said...
    o que começa tem, inevitavelmente um fim... E o que acaba significa um inicio inolvidavel de algo... são os ciclos!;)

    Fica em paz
    Ana Pacheco
    aorta said...
    Art
    Muito sinceramente, esta tua divagação foi direitinha ao meu coração. Até estou sensibilizada... É como se por momentos tivesses adivinhado o que ando a pensar há algum tempo e o tivesses transcrito!
    Tenho andado a pensar nisto porque cheguei à conclusão que está na hora de renovar o meu ciclo e já comecei a fazê-lo.
    Erotic Spirit said...
    Ah just perfect!!Very well written can't add anything just take it all

    :)

Post a Comment