Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Às vezes pergunto o que mais te hei-de eu fazer
Tanto orgulho ferido, tanta paz por vencer
Às vezes detesto o que resta de mim
Sempre longe do mundo, sempre perto do fim
Eu só quero que tu saibas quem sou
Ter a certeza que o meu tempo chegou
Quero que me digas para partir ou ficar

E se eu voltar para trás
Será que dizes que sim outra vez
Tomas conta de mim, de vez em quando
Se eu voltar

Não se pode voltar atrás, e pedir a outra pessoa para dizer que sim outra vez, porque mesmo que ela o diga, as coisas já não voltam a ser iguais.

"O que foi não volta a ser mesmo que muito se queira... e querer muito é poder"

Temas:
"Se eu voltar", e "O que foi não volta a ser" de Pedro Abrunhosa, e Xutos e Pontapés respectivamente

13 Comments:

  1. Spiritman aka Bacardiman said...
    Lembrou-me aquele "lema" de nunca voltar a um sítio onde se foi imensamente feliz pois já não seria igual...

    Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!!!
    aorta said...
    O arrependimento é dos sentimentos mais cruéis com o qual o ser humano de vez em quando é confrontado.
    Não se pode voltar atrás, muito menos para pedir que se diga sim outra vez. Isso é brincar com os sentimentos do outro.

    E, mesmo que se volte atrás, o caminho jamais será o mesmo. As pegadas entretanto desaparecem...
    Rynaldo Papoy said...
    Olá, meu principal leitor, como está?
    Muito obrigado novamente por comentar em todos os meus blogs.
    Acho interessante e curioso que esteja lendo meus romances de trás para frente e gostando mesmo assim. E o melhor é que enxerga metáforas interessantes no "Alpha Centauri". Muito legal isto.
    O conto "La Nueva" foi inspirado na foto de uma jovem prostituta mexicana que vi num jornal certa vez.
    Minha peça realmente está indo de vento-em-popa. Agora anunciei em importantes listas e no principal jornal de Guarulhos, em busca do complemento do elenco.
    Grande abraço!
    Mel said...
    E tem aquela música do Lulu Santos: "Nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia..."
    Beijos, Art. E que mudanças positivas ocorram.
    *©õllyß®y said...
    Pode reparar o erro que se cometeu
    atenua a dor que nos causa...

    E que belo acto esse...

    Doce beijo e um sorrisso num olhar indiscreto
    lady.bug said...
    nada volta a ser como dantes :(
    tudo muda e já dizia Heraclito que não nos podemos banhar no mesmo rio duas vezes: o rio muda a cada segundo e nós... também
    arealmar said...
    é o orgulho ferido que não nos deixa lamber as feridas para estas sararem
    beijo
    Atlantys said...
    Esta música dos Xutos, sendo contraditória tem tanto de verdade... Escolho acreditar na parte final: querer muito é poder... ;-)***
    Freyja said...
    Querido Art
    Dicen que siempre las segundas partes son mejores, porque ya se conocen los defectos y virtudes
    Y yo creo que siempre hay que darse una segunda oportunidad cuando el amor existe
    Que no exista el orgullo, de que sirve, solo para hacernos sufrir y no tomar buenas desiciones y dejar pasar lo que tú sientes
    Derrotar esa herida es fácil cuando realmente se necesitan
    No volverás atrás, al contrario comenzaras una nueva etapa, que si el pasado dejo malos recuerdos estos se olvidan y se vuelve a comenzar
    La regresaran con mas fuerzas para luchar y ambos pondrán mucho de su parte
    El riesgo esta siempre en todo
    Pero si la sientes en ti y ella también, hazlo arriésgate no dejes esos sentimientos que se duerman en el olvido
    Siempre es posible comenzar de nuevo
    Y ahora se hará con más compromiso, respeto y experiencia
    Hazlo amigo es mi consejo y te deseo lo mejor
    Desde Poesías muchas gracias por tus bellos saludos, la Storni tiene poemas maravillosos, de su vida salio la canción que canta Mercedes Sossa “Alfonsina y el mar”, porque la Storni se suicido de tanto amar un desamor
    Te dejo muchos cariños y que sea una linda semana
    Un abrazo muy grande y este blog me gusta cada día más
    Besitos


    Besos y sueños
    Freyja said...
    Desde Fragmentos gracias por tus palabras de apoyo y cariño
    La verdad que no estoy pasando buenos momentos con esta depresión, y hay días que hace que mi alma hable mucho
    Pero sigo luchando por vivir y sentir, mi lucha siempre es eterna
    Mañana será un día y como siempre me vestiré de vida no dejando de luchar
    Mil besitos y que estés muy bien
    Cuídate


    Besos y sueños
    Freyja said...
    Desde Lecciones de urbanidad, Serrat hace una ironía a la sociedad que vivimos que a veces es muy hipócrita y así logra criticar a los políticos y a los que gobiernan también
    La verdad que todos cometemos errores en esta sociedad de alguna manera
    Mil besitos y mil gracias
    Que estés muy bien


    Besos y sueños
    Secreta said...
    Não podemos apagar o que passou , mas podemos sempre procurar um novo recomeço. Podemos fazer com que resulte novamente ...
    Beijito.
    Anónimo said...
    venha participar em www.luso-poemas.net
    vai adorar e sera uma honra a sua presença

Post a Comment