Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Penso muitas vezes em ti. Estás na música que oiço, e no ar que respiro. As músicas que tocam falam de ti e de nós, e eu sorrio, porque sei que mesmo que estejas do outro lado do mundo, à procura dos teus sonhos, eu nunca me irei sentir sem ti.

Andas por aqui, e às vezes vejo-te a abraçar-me, ou a aconchegar-me o lençol até ao pescoço. Depois sais sem fazer barulho, e metes-te outra vez no avião, e eu fico a ver-te voar, e no dia seguinte acordo como se o mundo começasse outra vez. Apesar de teres escolhido ficar do lado de fora da minha vida, é bom ter-te nela, mesmo sendo de uma forma silenciosa.

Já passou muito tempo desde o dia em que as nossas vidas se cruzaram pela primeira vez, mas o tempo desta vez não tem razão, porque enquanto houver estrada para andar, eu vou continuar. E mesmo tendo tu decidido partir, eu sei que te ensinei a não esquecer que o amor existe.

12 Comments:

  1. Freyja said...
    Que tierno y lindo
    El amor nos hace sentir tantas cosa lindas, hasta una canción nos hace feliz
    El amor es así, nos hace necesitarnos mutuamente y vamos construyendo juntos un camino donde se hace de a dos
    Y el amor existe como la más bella razón de existir y vivir con amor nos hace sentir la vida bella
    Hermoso como siempre Art, bello y lleno de sentimientos hermosos
    Viva el amor
    Que estés muy bien y te deseo que mañana domingo sea un lindo día
    Mil besitos amigo


    Besos y sueños
    Paula Raposo said...
    É isso...beijos.
    Papoila said...
    Quando se ama e se é tocado pelo amor é assim!
    Belíssimo!
    Beijos
    Cristina said...
    Quand amamos ou amámos, e ouvimos uma música que nos faz lembrar de momentos juntos, é normal que isso aconteca, falo por experiência...

    Um beijinhu
    Cristina said...
    Hoje venho aqui apenas para te oferecer um miminho, vem ao meu cantinho e lá o encontrarás
    :)

    beijinhu
    IsaMar said...
    sempre lindas palavras de amor
    imensa said...
    desculpa a ausência... acho que voltei.

    um beijo imenso
    Jay Dee said...
    É estranho ver escrever assim sobre o amor (seja qual for o tipo de amor). Para mim é estranho porque muitas das coisas que leio mão passam de coisinhas bonitas e lamechas... mas isto não. Isto é mesmo bonito. Parabéns
    Atlantys said...
    Há quem diga que o amor não existe, somente provas de amor. Talvez seja mesmo assim...

    Estou de volta, bjks Art =)***
    Hannah said...
    Querido Art, acredito que as pessoas que se cruzam na nossa vida, fazem-no sempre por um motivo e não por um acaso. Existem algumas que nunca passam, que ficam marcadas na nossa história, no livro que vamos escrevendo. O amor é assim que se manifesta. Não parte, não deixa de viver em nós, não permite que nos sintamos vazios de alguém. E, apesar de tudo, isso sabe bem... muito bem. =) E tudo se sente quando essas duas pessoas trocam um olhar. Beijos imensos
    Rynaldo Papoy said...
    Opa, com muita honra aceito seu convite para ser leitor deste blog. Abraço!
    Junior said...
    Só para te dizer que voltei a ler o teu blog...como sempre os teus textos deixam-me estarrecida!!!
    Palavras para quê...

    Bjinhos

    Junior

Post a Comment