Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Não sou grande entusiasta de correntes, ou mesmo de meras distinções do melhor disto ou daquilo.

Acredito que a blogosfera deverá ser encarada de forma despretensiosa. No entanto a minha amiga
Ana do Cantinho da Anokas decidiu distinguir-me entre os blogues que a fazem pensar.

Nunca escrevi senão ficções... mas também nunca a ficção produziu tanta verdade e realidade, por isso quero deixar-lhe aqui o meu agradecimento, porque é para isso mesmo que o About Last Night existe, para que cada um que o lê se reveja um pouco em cada texto, e se veja "obrigado" a fazer uma pequena reflexão, e a pensar, até porque pensar é um acto cada vez mais raro nas nossas vidas, cada vez mais intensas e ocupadas, que não nos deixam tempo para parar, pensar, e reflectir calmamente sobre seja o que for.

A mim tortura-me pensar nos encontros e desencontros que a vida por vezes nos proporciona... tortura-me o que sinto quando penso em todas aquelas horas perdidas... quantos olhares... quantos sorrisos... quantos silêncios. Pensando bem... foi uma vida!!! É incrível como se pode estar tão perto da felicidade e não se perceber absolutamente nada!!!

Eu sabia que procurava alguma coisa... mas o quê? Como pude ser tão cego? Tu estavas lá o tempo todo... não havia distância... era só eu estender a minha mão... Mas agora fico a pensar se a culpa também não foi um pouco tua... Tu sorrias com esses teus olhos... um leve sorriso de assentimento... é verdade, mas os teus lábios silenciavam, e a tua voz nada me dizia...

Tu sempre soubeste o quanto me amavas, e pacientemente esperaste, apenas porque me estavas a dar a oportunidade de eu conhecer o meu próprio coração, e finalmente nele encontrar os meus verdadeiros sentimentos. Mas eu pobre idiota nada percebia... Tu cansaste-te com razão... não esperaste mais... e hoje é tarde, porque estendo as minhas mãos e não encontro nada... está tudo vazio para mim... Agora sei que te amo, e numa última tentativa, ofereço-me a ti...


Com toda esta história dos Thinking Blog Awards, a Ana obrigou-me mais uma vez a pensar nos encontros e desencontros da vida... e também a pensar nos critérios que teria que utilizar para atribuir os meus cinco Awards. Tarefa nada simples...

Porque há blogues aos quais eu me sinto ligado porque conheço os seus autores, outros que embora não os conheça pessoalmente, já interajo com eles há muitos anos, outros ainda porque me divertem, e finalmente aqueles que me fazem pensar... E como não podia deixar de ser o critério que escolhi para atribuir os meus cinco Thinking Blog Awards foi este último. E os que recebem esta menção honrosa são:

14 Comments:

  1. Felina said...
    Por vezes é necesário irmos ao baú da nossa mente, resgatar emoções...

    Eu adoro o teu cantinho, só lamento não ter tanto tempo como desejaria para cá vir ler e comentar mais vezes!!!
    Mil beijinhos, Amigo!

    EU ESTOU AQUI!!!
    Paula Raposo said...
    Nem sempre os outros sabem esperar pacientemente. Nós mesmos não sabemos como o fazer, tantas vezes. Quanto ao award acho bem. Leio-te desde o início da minha chegada aqui, em Agosto de 2005,creio que foste dos primeiros espaços que conheci. Beijinhos.
    P.S.-Mais uma vez não consegui entrar com o meu endereço, embora tenha recebido o teu email...
    Cristina said...
    Art,
    É sempre com muito prazer que venho aqui ler as tuas fições, os teus textos, desde que entrei na blogosfera que adorei aqui e vir, e volto sempre que tens um texto novo...
    és sem duvida merecedor do thinking blogger award porque realmente os teus textos fazem pensar...
    muitos parabéns e muito obrigada pela nomeação, fiquei muito feliz por me teres escolhido
    :)
    Um beijinhu grande
    Adryka said...
    Olá amigo, sintome honrada com a menção honrosa. Sempre gostei de cá vir e nunca deixarei. Beijinhos
    Freyja said...
    gracias por la esta mencion honrosa y el honor de recibirla de ti amigo
    para mi es un gusto enorme compartir contigo y con Blgosfera que une la georafia y la amistad
    gracias y que estes muy bien y gracias nuevamente
    cuande este mi listo mi post te avisare
    besitos y un buen fin de semana


    besos y sueños
    Freyja said...
    sobre lo que hoy escribes si eres un pensador, una persona que siente la vida y la vive con todo lo que tiene
    mi abrazo con cariño


    besos y sueños
    Ana said...
    Art,

    Respondo aqui não só ao teu agradecimento como tambem ao comentário que me deixaste.
    Penso que não exagerei em nada naquilo que disse acerca do About Last Night.
    Foi, sem dúvida, o primeiro blog que li e com toda a certeza o único que li por completo!
    Foi tambem o blog que me fez pensar em muita coisa, talvez por me identificar tanto com certos textos, certas frases, certas ideias nas "entrelinhas"...e pouco me importa se são ficção ou realidade, nunca pensei nesses termos.
    Há muitos motivos para se gostar de um blog. Uns divertem-nos, outros informam-nos, outros desafiam-nos... o About Last Night emociona-me! E isso...nenhum outro faz.

    Tambem não sou muito adepta de correntes e confesso que já saltei algumas mas, ao "entrar" nesta, tentei ser o mais sincera possível nas minhas escolhas e não o poderia ser sem falar neste blog.

    Quanto ao texto, apenas fico a pensar porque será que ás vezes é preciso perder realmente alguem para se perceber o quanto a queríamos...?

    Beijinhos
    Freyja said...
    Gracias amigo
    ya hice el post y la invitacion
    que estes muy bien, un abrazo


    besos y sueños
    Freyja said...
    gracas Art
    por la confianza que depositas en mi
    agradezco que mis letras puedan gustarte, son siempre sinceras y salen del alma
    las personas que elegui procure que fueran serias y que entreguen siempre algo
    no elegui a nadie de donde soy por lo mismo, porque la responsabilidad a veces en algunas personas se pierde y no quiero que suceda eso
    te dejo muchos cariño y una linda semana
    y mil gracias, besitos
    que estes muy bien



    besos y sueños
    Papoila said...
    Art:
    Primeiro o maravilhoso texto de introspecção e procura das emoções guardadas que se revelam... quem sabe esperar continua a fazê-lo... Penélope soube fazê-lo e quando Ulisses a reviu sentiu que sempre a tinha amado.
    Quanto thinking blogger award pela preciosidade da tua escrita.
    Beijo
    alyia said...
    Mais que merecido! :)

    Adorei o texto!

    (e obrigada!) :)
    Miosotis said...
    Muito sensibilizada pelo gesto de me entregares o teu 'thinking blogger Award'!

    Foi com mt carinho e mt dignidade q o recebi. Aspectos imponderáveis fizeram com q me atrasasse em responder à tua amizade de imediato.

    Ontem, num momento de acalmia [finalmente]... pude divagar ao meu jeito para te agradecer infinitamente!

    Ñ sei se te fará pensar... mas é assim q eu penso quando entregue a mim própria, neste vasto mundo rodeada da nada.

    Nem sempre os outros sabem ou querem assumir nossos afectos ... ou os seus próprios afectos em relação a nós...

    Excelente f-s!
    Um beijo da cor do universo
    Cristina said...
    Olá Art,

    Vem lá ao meu cantinho, tenho uma frase para decifrares
    :)
    IsaMar said...
    é verdade, pensar faz bem e mantem-nos vivos, mais próximos dos outros. Porque solidão, é o pior castigo da vida.
    jinhos meus

Post a Comment