Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |


Por vezes é preciso partir antes do tempo, dizer aquilo que mais se teme dizer, arrumar a cabeça, limpar a alma, e prepará-la para o futuro, acreditando que esse futuro é bom e que afinal já está perto.

Pensar que o tempo está a nosso favor, e que se encarregará de atenuar a nossa dor, e de a transformar numa recordação ténue, e fechada num passado sem retorno, que teve o seu tempo, e que um dia também teve o seu fim.

Às vezes mais vale desistir do que insistir, esquecer do que querer, deixar ficar para sempre no ar a dúvida se fizemos bem, mas pelo menos temos a paz de ter feito aquilo que devia ser feito, somos outra vez donos da nossa vida, e tudo é outra vez mais fácil, mais simples, mais leve, melhor.

Muitas vezes é preciso mudar o que parece não ter solução, voltar a construir do zero, bater com a porta sem olhar para trás, queimar cartas e fotografias, esquecer a voz, o cheiro, as mãos, apagar a memória sem medo de a perder para sempre, esquecer tudo, cada momento, cada minuto, cada palavra, cada promessa, cada desilusão, atirar com tudo para dentro de uma gaveta, e deitar a chave fora.

É preciso saber renunciar, não pedir, não dar, sair pela porta da frente sem a fechar, pedir silêncio, paz, e sossego, sem dor, sem tristeza, e sem medo de partir. E partir para outro lugar. Porque quem parte sabe para onde vai, escolhe o seu caminho, e mesmo que não haja caminho fica a certeza que fizemos bem, e que não podia ser de outra maneira. Quem fica, fica a ver, a pensar, a meditar, e a lembrar, até se conformar, e um dia então esquecer...

Quando um coração se fecha, faz muito mais barulho que uma porta

33 Comments:

  1. Alexandra said...
    ..."queimar cartas e fotografias, esquecer a voz, o cheiro, as mãos, apagar a memória"

    Estou de acordo. Mais vale certeza do que constante angustia. POdes queimar tudo o que queiras, mas as memórias não as apagas... aprendes a viver com elas !

    Se tudo fôr real, tenho pena mas,mais vale assim

    Bjs
    Miguel said...
    "Quando um coração se fecha, faz muito mais barulho que uma porta"

    Art,

    Não deixes nunca fechar esta porta que manda na nossa vida!

    E não penses em fechar esta porta tb!

    Bjks da Matilde
    aware said...
    Gostava tnato de acreditar nisso tudo...que doce me soubeste agora,tão irreal.Lembro-te apenas que muitas vezes não temos o luxo de poder fazer isso...e espero ardentemente que tenhas uma alma muito mais livre que a minha.****um abraço grande
    MalucaResponsavel said...
    essa tua frase final é cruel de ser ler, ouvir, entender, apreender... mas é verdadeira... segui atentamente estas 4 partes em q te expuseste... as x, por mais q custe, ha q seguir em fte, e sem olhar para tras... tv n entendamos agr, mas um dia fará o seu sentido...
    alyia said...
    O passado nunca tem retorno!

    Um texto bonito este, ou talvez seja apenas o momento...
    João C. Santos said...
    espero que seja apenas um texto...nada mais...

    uma nova porta se abre quando outra se fecha...agora um novo coração será preciso cair ainda mais fundo....
    _m0nd_ said...
    Apenas tenho adjectivos para qualificar este texto.
    Lindo
    Real
    Triste
    Sentido
    Verdadeiro...

    porque "às vezes mais vale desistir que insistir".

    Identifiquei-me...

    Beijinhos
    Luís said...
    Passei por cá.
    Um abraço
    Bruno said...
    Não sei se poderás aplicar o meu penultimo post aqui.. :)
    Paty said...
    É tudo tão verdadeiro e tão dificil...quem toma a decisão de partir ou de quebrar com algo que se arrasta tb sofre e tb tem dificuldade em esquecer. Quem fica talvez sofra mais não sei...pq fica sempre à espera. Eu sei bem como é! Mas axo que tb aquele que parte as vezes tb espera e é um jogo consigo mesmo até que a vida se encarrega de varrer aquilo que tem de ser esquecido.
    Não resistir às mudanças é o mais importante, apesar da dor imensa...
    Beijos meu amigo
    Maria Carvalho said...
    Uma maneira de sentir e ver as situações...obrigada pelas tuas palavras nas minhas romãs. Beijos, bom fim de semana.
    Magia said...
    O que somos hoje, é um reflexo fugaz do que fomos ontem...e o projecto viável do que seremos amanhã...

    Belissimo texto, profunda reflexão!
    gostoponto said...
    Dei por mim desprendida
    Sei bem, porquê liberta.
    Já não te ansiava.
    Estranhei, entranhei
    Estranhei novamente.
    Tinha esquecido
    como é bom não depender
    Não depender de um gesto.
    Estou leve, estranhamente leve.
    imensa said...
    hoje dei por mim
    sem me lembrar de ti.
    não mais dei por mim
    a pensar em ti.
    dei conta que já
    não sentia a tua falta.
    afinal por mim e por ti
    chegamos...
    fim.

    beijo imenso
    imensa said...
    já foi tempo em que te sentavas
    e esperavas por mim.
    cansaste-te?
    ainda esperas?

    beijo
    Caíla said...
    Bom chegar aqui e confrontar-me com a qualidade da tua produção..
    beijos
    lazuli said...
    tens o dom da realidade das palavras, é como se se pensasse ao ler-te..Está-se mesmo a ver que é assim.

    Um beijo!
    adryka said...
    Olá amigo, infelizmente nem todos estão preparados para saber a hora da partida e isso é o grande mal. Existem coisas na vida que custam muito pelo menos para um dos lados, a separação mas se ela é inevitável que fazer amigo...A vida continua. beijinhos e bom fim de semana
    pIkInInA said...
    pox... mas eskexer, deixar d insistir torna-se mais difixil do k por vexes deixar apenas axim.. as coisas decorrerem normalmente!!
    sabes..eu mma ja tentei eskecer, deixar d lutar, mas eu propria percebi k ixo m faxia sofrer ainda +, pra ke eskexer, pra k enterrares exa pexoa?? s t apaixonast por ela e pk encontrast nela algo k t cativou, e k t deixou felix... valera apena eskexer exa felixidade??!!

    bjokas**
    Papoila said...
    Antecipar a partida antes de causar dor e escrevê-lo como o fazes Art, é para nos fazer reflectir.
    Cada palavra colocada no local certo, de modo a tornar bela e doce uma situação infeliz.
    Lindo!
    Beijo
    Freyja said...
    a veces apuramos los momentos, queremos las respuesta del tiempo
    pero sabemos no encontramos la solucion
    a veces hace bien parar el tiempo y el espacio, dejar hablar el alma, y luego volver a comenzar
    el silencio tambien habla

    gracias por tus saludos, ya estoy en casa y voy mejor, solo me abrazo y me envuelvo de vida, hoy no corro, tampoco danzo, hoy dejo que todo sea mas vida y tomo fuerzas.
    gracias por tus saludos en esos espacios mios y la compañia
    un abrazo muy grande y que sea un belo dia domingo, mil gracias


    besos y sueños
    ... said...
    Entre palavras tuas vi um pouco de mim... incrivel a força das tuas letras...
    Adorei o tempo que estive aqui a ler-te...
    Confesso, fiquei sem vontade de ler seja o q for...
    Conheces o verbo sentir?... esse mesmo... sinto.

    Miauu*
    Isa e Luis said...
    Olá menino,

    Gosto de te ler.

    O teu texto é real verdadeiro toca-nos no fundo da alma, quando escolhemos"existir e não viver"

    Beijinhos muitos para ti
    IsaMar said...
    dá q pensar este teu texto e revi-me nele.
    jinhos e fica bem
    Micas said...
    Tudo tem um sentido na vida. Não feixes nunca o coração, seja por que motivo for...

    Beijo e boa semana
    Lúcia said...
    Eu já destruir, queimei, rasguei e joguei no lixo tantos papeis e fotos... mas tudo estão na minha cabeça, mas nem por isso vivo remoendo... ficaram apenas lembranças do passado. Gostei muito do seu texto! Beijos...
    Dark Angel said...
    Essa última frase é uma verdade absoluta...

    Mas... nao há nada completamente errado no mundo.. pois até um relógio parado está certo duas vezes por dia...

    Jamais feches o coração... deixa-o apenas entreaberto... nunca se sabe quem o quererá abrir...
    vero said...
    passei p deixar um beijinho ***
    Gostava tanto de mudar o aspecto do meu blog, colocar uma imagem de fundo bonita, mas não sei como faze-lo... :( ...
    isabel said...
    "O passado nunca tem retorno" concordo com a Alyia. Esta é uma grande verdade, pura e simples. Os 4 textos estão fantasticos, transportam-nos para o V/ mundo e faz-nos sentir o nosso proprio e as nossas dores.
    Parabens e beijinhos
    Porquê? said...
    Pois é, querido Art, um coração a fechar faz bastante mais barulho do que uma por vezes somos mesmo obrigados a fechar tudo. É mais dificil tomar a decisão de partir do que optar por ficar à espera que alguém tome por nós uma decisão.. somos cobardes e não queremos ser responsáveis pelo fechar dessa "porta", desse elo que nos uniu!
    Porém, nunca te esqueças que quando tomas a decisão de fechar uma porta que teimava em ficar entreaberta, estás a dar uma oportunidade ao teu coração de abrir outra....
    A vida é um jogo de opções e decisões, só temos que nos preparar para as consequências de cada decisão que tomamos....
    Um beijo,
    boa semana
    Quase said...
    Foi com surpresa que reconheci algo de muito familiar neste teu espaço, e falo em concreto da imagem de rodapé, minha bandeira de blogosfera durante algum tempo.

    Independentemente do propósito que te levou a escolhê-la, fico lisongeado por vê-la num outro espaço que não o meu, sinal que algo fica, ou que, como eu, alguém mais provou o travo amargo de um limbo doloroso.

    Quando um coração se fecha, as pálpebras outrora cerradas abrem-se e todo o mundo se desenha diante de ti.

    Abraço,

    http://quase.blogs.sapo.pt
    Luiz Carlos Reis said...
    A saudade é a chave para nosso ataúde de lembranças. O amor quando acaba endureçe, fecha as portas do coração...o barulho e o ranger dessas portas foi a dor que ficou...esquecida. Uma porta que à muito não se abre. Esquecêmo-la fechada. Belas palavras foi o que encontrei no teu texto.
    Abraço forte!
    Mina said...
    A vida pede-nos tempo...tempo para tudo.
    Tempo para crescer, no corpo, na alma e na mente...tempo para aprender.
    Tempo para cantar, dançar, sorrir e deixar a música hipnotizar-nos.
    Tempo para amar, sentir, sonhar, olhando a natureza de cores intensas.
    Tempo para ver o outro lado da vida, recordar, chorar,esquecer...
    Tempo...tempo para tudo!!!
    Mas a vida se contradiz
    Dá-nos tempo p´ra viver
    Leva-nos o tempo de ser feliz!

Post a Comment