Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Hoje acordei e percebi que não quero mais ficar a sofrer por ti. Percebi que não quero ter-te só por um dia... uma hora... ou um minuto. Quero ter-te para sempre, e se não for assim, então é melhor nem ser. Não quero mais ficar triste por ti. Não quero mais chorar. Não quero mais sentir-me perdida por não te ter ao meu lado.

Tenho que aprender a viver sem o teu corpo na minha cama, sem as tuas mãos quentes no meu corpo... Tenho que aprender a não sentir a falta dos teus lábios na minha pele, do som da tua respiração no meu ouvido... Tenho que aprender a viver sem a tua amizade e companhia... Tenho que aprender a esquecer-te. Tenho que ser feliz.

Não te vou trocar por ninguém. Não quero mais ninguém ao meu lado agora. Tenho medo de olhar para outro olhar. Tenho medo de me voltar a magoar. Então prefiro ficar sozinha. Vou ser feliz sozinha. Sem depender de ninguém ao meu lado para sorrir. Sem ter que viver para ninguém.

Quero viver só para mim. Fazer aquilo de que gosto. Quero voltar a ser livre. Quero voltar a ter asas para voar. Quero voltar a ser o que era antes.

Hoje decidi que não vou mais chorar por ti. Acordei assim... acordei a achar que mereço mais do que lágrimas constantes. Não quero mais isso. Quando quiseres ser meu, só meu, eu estarei à tua espera, mas até lá vou vivendo, e se não vieres pelo menos posso dizer que vivi a minha vida, porque não sei se haverá novamente lugar para uma história nossa.

Eu quero e vou ser feliz, mesmo que não estejas ao meu lado. Pode não ser uma felicidade completa, por me faltares, mas vai ser o mais completa possível. Eu quero e vou ser feliz.

Só quero chorar pelo que não pude viver contigo...
Não quero chorar pelo que te pude amar e não amei...

36 Comments:

  1. Å®t Øf £övë said...
    Em que momento deixaste de me querer?
    De me amar?
    A confusão instalou-se de vez na minha cabeça... pensei que tudo seria mais fácil, mas as incertezas custam sempre demais...não tenho bem certeza do que devo fazer...!!!
    Rukinha said...
    engraçado a maneira como me revejo nos posts do vcs os 2... ainda assim nc akordarei desta maneira... um abraço
    Raquel V. said...
    Há um dia em que se renasce. Em que o sofrimento fica para trás. Os mortos, esses já o estão. Nada os trará de volta. Há um momento em que o peito se insufla de ar e respiramos e parecemos nós de novo.
    Raquel Vasconcelos said...
    Todos merecemos mais.
    Vera Cymbron said...
    Quando o amor dá lugar ao sofrimento e à dor constante não há um amor que luta...o amor próprio! Haverá muitas pessoas que te invejam a coragem de dizer basta.
    Jinhos grandes, estou sempre por aqui...
    Desconhecida said...
    Como se aprende tudo isso Art of Love? Parece-me que é uma aprensizagem nada fácil...digo eu...
    Rosa Cueca said...
    O Amor mais que tudo é de ciclos. Temos de aprender a reconhecê-los.
    A lidar com eles...
    Quando começamos a não conseguir lidar e a entrar em sofrimento é preferível não matar o que se viveu magoando um ao outro.
    Há histórias que não têm nunca ponto final e apenas muitas reticências...
    Mas é verdade que o amor por nós mesmos é muito importante, porque quando deixamos de viver para nós, para viver só para o outro, mais cedo ou mais tarde acabamos magoados...

    Um beijo grande aos dois :)
    Wakewinha said...
    Mas que arrepio... É mesmo real? Leio o texto da Ðä®k_Åñgë£ e leio o comentário do Å®t_Øf_£övë e... estarão separados?

    Não, não quero acreditar. Que vivam este amor que vos acompanho e me façam acreditar que ainda é possível. Porque se vocês desistirem do que vos une, também eu acabo por perdes as minhas uniões... =(
    Rogue said...
    O fim de um capitulo, não significa o fim do livro. As paginas seguintes ainda permanecem em branco, para puderem escrever nelas o que quiserem. Beijos e abraços
    vulnerable said...
    Antes viver do que passar uma vida a sofrer por quem não nos merece. Força segue em frente... o mundo lá fora não para.

    Beijo
    singularidade said...
    Gostei muito do teu cantinho!
    Voltarei!
    beijo meu
    casa da nana said...
    È.. isso as vezes acontece... calha a todos... infelizmente..
    Maria said...
    Art of LOVE, Está tão bem explicado esse sentimento.Estou tão identificada com ele que eu o teria escrito á algum tempo atrás...Agora amadurecida nesse AMOR QUE JÁ CONQUISTEI! ELE É O FRUTO QUE COLHI DAQUILO QUE SEMIEI!AMOR FÁZ PARTE DE MIM EU DELE! SOMOS UM! OBRIGADA PELA SUA VISITA E COMENT.RECONHECIDA E GRATA MARIA.
    la femina said...
    É a primeira vez que te visito e vejo que tomaste uma enorme decisão, daqueles que nos rompem a alma. Mas espero que tenhas sucesso. Há relações que simplesmente só nos fazem chorar e sofrer... às vezes afastamo-nos demasiado de nós próprios e depois custa tanto encontrarmo-nos... andamos perdidos tanto tempo até nos voltarmos a encontrar. Boa sorte neste novo trajecto, espero que te encontres rápido e consigas ser feliz apenas contigo. Não vale a pena procurarmos outra pessoa para preencher espaços vazios, deixados por outra, nós também nos conseguimos acarinhar...
    ;)
    Renatinha said...
    um amor lindo e verdadeiro do casal..
    deixo um fim de semana lindo
    Afrodite said...
    Ai de ti se não apareces!
    Traz (um) rosa
    §(~_~)§ beijo da Afrodite
    Jamour said...
    Deixar de aprender amar é como lutar contra um mar revolto. Bem feito este poema.
    O Micróbio said...
    "Não há dever que tanto descuidemos como o de sermos felizes." - Robert Louis Stevenson
    arlequim said...
    foi um mau acordar!!!o amor tem destas coisas!! beijos
    Anonymous said...
    Vamos ARRUMAR essas ideias !?
    Forçaaaaaaaaaaa! Óptimo fds....bjks da Intemporal
    Christopher said...
    Amazing job on your Blog! I'll definatly be coming back.
    Flor said...
    Acima de tudo é importante essa tua vontade e força para seres feliz. O passado deixa as suas marcas, temos sim de o saber guardar numa caixinha para que não nos magoe mais. Também eu já acordei assim, como tu, a chorar. Sei bem o que isso é, como dói. Um beijo grande para ti.
    andrye said...
    So tu sabes o q é melhor pa ti..força e se feliz!vou de ferias,desejo-te um optimo fim de semana e ate setembro!beijo grande!
    Ana Luísa said...
    Olá Art! Em 1º lugar quero agradecer o teu comentário (que está giríssimo) sobre a série "Verão Azul".

    Depois gostava de te dizer que,e acho que já o disse antes, que quando "se fecha uma porta, abre-se uma janela"... Tens de encontrar a melhor solução dentro de ti... Só tu sabes o que te vai na alma... E o que importa é que sejas muito feliz :)
    Bjs e bom fim-de-semana.
    Adryka said...
    Olá amigo, as tuas desilusões assustam-me, tens de me dizer que vais esquecer e viver de novo.
    Beijokas e Bfs
    Ritinha said...
    Que mais do que dizer ou pensar seja sentir...
    wrong side of the moon said...
    A vossa história é bonita. Os vossos sentimentos são o melhor que podem ter na vida. Será que não estão ainda a tempo de voltar à cumplicidade, à união que vos trouxe aqui... Só voçês o poderão saber...
    Torço por voçês, para que sejam felizes, juntos ou não, só voçês...
    bjs e abraços!
    meialua said...
    Pior que nunca ter conseguido é nunca ter tentado...

    Nada melhor do que uma atitude decidida para fazer as coisas andarem para a frente...

    Beijos. bom fim de semana*
    Anonymous said...
    Há pouco mais de um ano acordei assim e decidi que iria ser feliz; criei as minhas defesas e consegui a minha independencia emocional. Hoje sinto-me outra, rejuvenescida, criei espaço para um novo amor.... Posso dizer que sou FELIZ! Vale a pena tomarmos as nossas decisões interiores!!! boa sorte,
    beijokas
    Kalimera
    Liliane said...
    durmo, acordo, cada dia com um pensamento diferente.....
    bjos
    lazuli said...
    decisão acertada, a dela;)
    Anonymous said...
    o ideal, a única coisa a fazer para seres livre e em paz é largar tudo,(se for esse ocmainho), não chorar + por nada, olhar em frente e ...viver. Bj grande
    Goncalo said...
    Olá Art!!

    Pois é, nem sp as coisas do amor são perfeitas e muitas vezes temos que optar pelo caminho que não queriamos, mas para quê ser infeliz e continuar a insistir em algo que não nos enche por completo?
    Sofre-se com a opção, mas é uma dor que passa, quem fica interroga-se sobre o pq do afastamento e toma cosnciencia de que afinal passar a viver sem aquela presença é mt doloroso.....enfim...o amor é tb este lado que aqui ficou descrito no post.

    Um abraço para ti e bom fim de semana
    Filipa said...
    Olá :)

    Bela música e belo post...

    sim, por vezes é preciso fechar o livro e começar a escrever o outro: o que guardámos na nossa gaveta há uns tempos... o que tinhámos pensado que era preferível deixar de parte pois um outro, mais colorido, mais mágico tinha acabado de surgir...

    desejas pôr, agora, o repleto de cores na gaveta para escreveres exclusivamente no que esteve presente na tua vida desde que nasceste mas... será possível??? será que não esquecendo uma pessoa, será que conseguimos viver unicamente para nós? para as actividades que nos realizam??

    sinceramente? não... já tive essa experiência... e a resposta foi negativa... é um facto, haviam dias que acordava confiante e a acreditar que o livro estava bem guardado, no cofre e fechado a cadeado mas... não estava... quando ouvia, quando sentia que podia desfolha-lo... tudo caía aos meus pés...e deixava de usufruir de momentos narcísicos...

    é bonito dizer "agora vou esquecer a pessoa por breves momentos e vou viver e dar prioridade ao meu umbigo. se a pessoa quiser voltar ainda bem, melhor. se não continuarei a ser feliz pois a realização pessoal está a ocorrer."

    é saudável mas será real?? será mesmo assim??
    eu acho que não.. acho que são defesas que vamos arranjando... formas que tentamos arranjar para nos auto-enganar...
    a pessoa, os lábios, as suas mãos, o seu toque, o seu cheiro... são aspectos que pertencem ao nosso dia a dia... são "coisas" com as quais nos sentimos felizes...
    sem essas componentes diárias, sem essa cafeína será que conseguiremos ser felizes???

    alonguei-me... falei de mim... é a falta de escrever a falar mais alto... fui incoerente mas... tentei transmitir uma mensagem..
    é bom ver-te a ganhar forças para te mimares... não te centrares unicamente na pessoa amada e estares a ter essa atitude optimista :)
    mas... da minha experiência foram apenas uns dias... a falta da "minha cafeína" falou sempre mais alto...
    espero do fundo do coração, que o livro que existiu sempre na tua vida esteja sempre sempre aberto, que nunca abdiques do mesmo para começar um novo, ou voltar a escrever num antigo/recente...

    mais uma vez um belo post :):)

    Beijinhos.
    Anonymous said...
    Hoje acordei assim...outra vez! Já disse tantas vezes a mim mesma que ia ser feliz sem "ele" mas caio sempre no mesmo ciclo vicioso. Mas hoje sinto que vai ser diferente. Que vou conseguir... Que vou deixar de chorar e lamentar tudo o que podia ter sido e não foi! Acredito que no amor devemos dar tudo, pois o que não damos perde-se e disso eu não me arrependo. Mas não quero sofrer mais.Obrigada!Este post ajudou-me, fez-me ver que há pessoas na mesma situação que eu e que também procuram dar a volta por cima. Desculpa por ter acabado por falar de mim...
    Desejo-te sorte e espero sinceramente que consigas superar essa situação!!
    Laetitia Casta said...
    Continuo amando...

Post a Comment