Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Estávamos no verão... A noite estava quente, mas chuvosa com pancadas fenomenais. Eu não vi, porque apanhei uma grande bebedeira e dormi mais de dez horas, o dia amanheceu com o chão molhado e uma temperatura agradável.

Aproveitei e fui para a esplanada ler um bocado. As pessoas que a frequentam todos os dias estavam todas sorridentes e felizes. As árvores estavam lindas, cheias de folhas. Sentei-me no meu canto predilecto da esplanada, numa cadeira de madeira, abri o livro que estava a ler... A minha atenção às vezes era afastada da leitura pelas pessoas que passavam...

Uma velha senhora que todos os dias passeava com os seus três cães e nunca deixava de me dizer bom dia ao passar por mim. Um estrangeiro que falava algumas, poucas palavras em português, e de cada vez que me via tentava conversar comigo. Meninas belas que corriam ou caminhavam pelo passeio e que sempre atraíam a minha atenção. Eu respondia quando era cumprimentado, devolvia os sorrisos que recebia, lançava olhares interessados para as mulheres belas que passavam por mim e voltava à minha leitura.

A manhã passava calmamente e eu já estava a ler há mais de uma hora quando a minha atenção foi atraída por uma mulher que vinha a caminhar pelo passeio. Era a miúda da loja do shopping. Eu nunca a tinha visto fora do seu ambiente de trabalho e fiquei maravilhado naquele momento. É uma loja do shopping onde podemos encontrar sempre aquela roupa de que gostamos.

Quando eu lá entrei pela primeira vez uma miúda atrás do balcão disse-me olá e deu-me um sorriso. Fiquei imediatamente apaixonado por aquela miúda. Eu nunca tinha visto uma mulher com um sorriso tão bonito. Era cativante, espontâneo e fazia dela uma pessoa linda, mesmo vestida com um uniforme largo que escondia a sua forma de mulher e usava um lenço na cabeça que não deixava ver se os seus cabelos eram compridos ou curtos nem a sua cor. Tudo o que se via dela era a sua cara. Os olhos eram azuis e brilhantes, e o seu sorriso era deslumbrante. Era ela quem caminhava nessa manhã pelo passeio da esplanada.

Em vez do uniforme ela vestia uns calções curtos e apertados, t-shirt, e calçava um par de ténis cor-de-rosa. O seu corpo era perfeito e bastou olhar para ele para eu ficar ainda mais apaixonado. Os calções, de material sintético, colado e ajustado no formato do seu corpo mostravam claramente as suas formas que eram fenomenais. As suas coxas lisas e longas eram desejáveis e belas. Os seus seios eram rijos com parte deles expostos pela cava da t-shirt e a parte escondida parecia querer romper o tecido fino que os prendiam. Dava para ver claramente o formato dos dois mamilos grandes.

Ela passou por mim e presenteou-me com o seu sorriso que era único e o mais belo que eu já tinha visto. Senti que o meu corpo todo ardia e vibrava de desejo. Ela foi andando com classe enquanto eu apreciava o seu cabelo liso e longo. Uma cintura fina que realçava com o balançar do seu andar num ritmo inebriante e sedutor. Eu senti pena de mim. Tinha de me contentar em receber o seu sorriso, ficar por ele deslumbrado, sem poder dizer-lhe o que se passava comigo.

Em apreciar o seu corpo e deseja-lo ardentemente, coisa que ela só saberia se conseguisse ler esse desejo no brilho dos meus olhos. Guardei o livro que lia no bolso, porque tenso e cheio de desejo como eu estava não conseguiria concentrar-me mais na minha leitura. Fui passear pelo passeio a pensar naquela miúda.

"Fechei os olhos"... e ela aparecia à minha frente. Dirigia-se até mim e colava os seus lábios nos meus. Nossas línguas trançaram-se num beijo longo e apaixonado...

19 Comments:

  1. Maria Branco said...
    Meu amigo, andas desatento, ou então não ligas aos meus comments, já te aqui tinha deixado o link.. Claro que tinha de voltar. Como posso eu resistir a estas tão doces partilhas? Não podia, não consigo... Já estas de volta? Um beijo grande grande...
    Carmem L Vilanova said...
    Apaixonante a forma como descreves tua miúda!
    Muitos beijinhos!
    LadyFullMoon said...
    Gostei, sobretudo do tom erótico e do desejo que transparece das tuas palavras... Ia-te perguntar... errr... importas-te que te linque no meu blog?! :)
    Goncalo said...
    Gostei imenso do texto...uma escrita longa que nos leva à história do amor à primeira vista...
    Um abraço e uma optima semana para ti
    Que Bem Cheira A Maresia said...
    ufffffffffffff, voltaste? Sê bem vindo!
    Já estava com saudades de te ler.
    Um bom 2005
    Beijo da Mar Revolto
    Anonymous said...
    Gostei imenso de ler este texto, mto bem escrito...

    Mesmo k aquilo com o qual sonhamos não se realize, sonhar é tão bom!!

    Bjinhos da Joaninha

    (Trilhas do Olhar)
    mfc said...
    Isso não é apaixonar-se... é desejar!
    É bom e importante na mesma.
    Sinal que estamos vivos...
    Selma said...
    Devias ter ido atrás dela, quando queremos muito uma coisa devemos ter a audácia de a tentar conquistar.
    Celestine said...
    Intenso!
    Anonymous said...
    Não tenho tempo para ler, mas n quis deixar de comentar. :)
    http://sunshine.blogs.sapo.pt/
    http://pequenitos.blogs.sapo.pt/
    ricardo said...
    a quantos de nós já isso não aconteceu? depois há os que ficam sentados ou os que têm a coragem de se levantar e ir atrás. no meu caso, acordei e caí da cama. lol. um abraço.
    inconfidente said...
    O menino continua poderoso......
    Red Boys ESTAÇÃO said...
    Linda "miúda", belíssima história!
    Um abraço.
    chemistry said...
    Convidavas a miúda para jantar
    Dizias umas palavras bonitas
    Que elas gostm de ouvir
    E nada de falar em sexo
    Elas não gostam que as ataquem ás primeiras
    Tens de pensar com a cabeça
    Não só com a p..a!
    Entendido?
    sandra said...
    Olá!Agradeço-te a visita em meu blog...Tu transmites belos sentiemntos nos teus textos...textos muito profundos e marcados pela tua felicidade!
    Beijinhos e continua a visitar-me!
    http://poetisasonhadora.blogs.sapo.pt
    Du said...
    Mmmmmmmmmmmm...

    Sabe... penso que a diferença entre desejar e amar, é a vontade de ir além... ou só se deixar levar...

    Abraços!!! :)
    Anonymous said...
    Bem... Não poderias ter dado melhor título ao texto!
    Beijinhos, lady-bird
    rfarinha said...
    "Essa miúda é uma fogueira
    Que acende as noites em qualquer lugar..."
    [Jorge Palma - "Essa Miúda"]

    Foi a música que me veio à cabeça para acompanhar esta história que relatas ;) Bjs
    Anonymous said...
    Obrigada por passares na Critica. Fico contente que tenhas conseguido aquilo que tanto querias...
    http://criticadonortecarago.blogs.sapo.pt/

Post a Comment