Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

As quedas que levamos ao longo da nossa vida são apenas o amadurecimento e a aprendizagem para enfrentarmos o futuro com mais confiança e sabedoria.

Eu já me perdi muitas vezes, e também por muitas vezes pensei que não ia voltar a encontrar-me! Mas lutei... e ao mesmo tempo deixei que o destino me guiasse, e não deixei que a vida me derrotasse cruel e friamente.

Podemos sempre ter uma reacção. É nos momentos mais importantes, e difíceis, da nossa vida que nos apercebemos como estamos sozinhos, como não temos ninguém a não ser nós próprios. Não podemos contar com mais ninguém. Apenas com a nossa razão, o nosso pensamento, o nosso coração, e a nossa vontade.

Quando me sinto perdido, descanço, e depois volto à luta, e não deixo que a vida me derrote, que o destino me engula, e que a tristeza me comande. Luto... Venço... Porque a força interior é a minha maior e única aliada. Quando tenho verdadeiramente vontade de me voltar a encontrar, acabo por conseguir sempre.

Tenho prometido a mim mesmo que vou mandar a tristeza embora, e olhar de novo para a vida a sorrir. Vou volta a abrir as portas que estão trancadas no meu coração, e apagar de vez tudo e todos os que insistem em me magoar. Passar a preocupar-me apenas com quem o merece, e deixar de perder tempo com tudo aquilo que não fizer sentido. E vou deixar... deixar o tempo agir, porque ele tudo desvanece.

17 Comments:

  1. Erotic Spirit said...
    very nice, inspiring. A great note to print and keep around when things get weird and difficult :)
    Deusa Odoyá said...
    Meu querido amigo.
    Um texto que para mim serve de muitas reflexões.
    O tempo é o maior estímulo para seus vencimentos.
    Lute, vença, tenha fé e esperanças.
    A estrada da vida pode ser longa e áspera, faça-a mais suave, caminhando e cantando com as mãos cheias de sementes.
    Uma semana de muitas glórias e paz.
    Beijinhos doces, meu amigo.
    Regina Coeli.

    Aguardo sua visita ao meu cantinho.
    C Valente said...
    crer é poder. lutar e vencer
    saudações amigas
    Luadoceu said...
    Art
    Tenho de comentar este post e dizer te: como me revejo em todo ele...nem palavras tenho a acrescentar ou comenatar, as vezes nem é preciso, é so estar lá estou aqui...identifico me imenso...parece que estou a falar como tu
    Bem hajas por estas palavras
    Tem continuação de uma boa semana
    Maria, Simplesmente said...
    Na batalha da vida, por vezes a luta tem se ser feroz.
    Repara... quando nascemos temos de chorar, caso contrário está tudo errado!
    Será isso já um sinal?
    Eu não tenho vergonha de dizer que tenho chorado, de amor... de raiva... de dor... de tanta coisa que me tem surgido pela frente, sem que o espere, mas uma coisa me alegra, é que toda a minha dor e luta teve uma finalidade, e que me sinto realizada por ter conseguido esse fim que desejava alcansar.
    Mas como nada é definitivo talvez um dia tenha de lutar novamente mas agora já nada me surpreenderá e a luta será muito diferente.
    Desejo-te uma boa semana.
    Maria
    Secreta said...
    Por vezes o tempo demora tempo de mais...
    Digo isto, apenas.
    Beijito.
    Fa menor said...
    E aprender a dizer 'não', também é preciso.

    Repousar um pouco e retornar à caminhada. Dentro de nós há mais força do que julgamos!
    Sim, e o tempo é um grande aliado... só aliado, porque o querer tem de vir de dentro.

    Bjinhos
    escarlate.due said...
    :) somos muito mais fortes do que imaginamos, não tenho a menor dúvida disso...
    Melissa said...
    Oi Art, estou voltando ao blog, mas preciso da ajuda dos amigos... Não estou muito animada assim...

    Bem, meu amigo...
    As nossas derrotas deveriam nos preparar para a próxima etapa, para a correção dos erros, e não para nos deixarmos com alguma sensação de fracasso prolongada, não é mesmo?

    As perdas sempre surgirão, assim como as nossas vitórias, e bom que saibamos lidar com cada uma de forma a tirar sempre aprendizagens.

    Um beijo!
    Oliver Pickwick said...
    E da mesma maneira, é uma grande satisfação para mim visitar com frequência este site, que é um verdadeiro desafio ao raciocínio lógico aplicado à existência.
    Veja o título deste post: [se eu] luto, [logo] venço.
    Um abraço!
    Maria, Simplesmente said...
    O "Atoardas" faz hoje anos?
    5?
    Eu fiz "dois" no dia 21, mas como escrevi, bati palmas e ninguém me ligou importância, desarmei a tenda e fui beber champanhe para um lugar muito bom.
    Parabéns ao "Atoardas"... a ti não dou... também não me deste!!!!!!!
    Que o "Atoardas" continue bem disposto e a fazer-nos rir.
    Bom fim de semana
    Maria
    A Luz A Sombra said...
    Dizes que prometeste a ti próprio mandar a tristeza embora...
    Quantas vezes eu já fiz isso e não consegui!
    Hoje é um desses dias em que ela voltou, a maldita!
    E se for embora ela vai atrás de mim...
    Bom fim de semana
    A Luz A Sombra
    Adryka said...
    Amigo, mas que texto fantástico! Os meus parabéns. Beijo
    Parapeito said...
    pois é...
    Não é nada fácil...
    mas...
    Que a força esteja contigo ****
    Elsa said...
    Art, amigo é isso mm...

    Eu já me perdi muitas vezes... eu ando tão perdida... mas lutando para mem encontrar!!!!...

    A lutar por mim!...

    jokinhas
    Elsa
    Secreta said...
    Passei para visitar-te...
    Fica um beijito.
    Miriamdomar said...
    Art
    Já diziam os antigos "o tempo é o melhor conselheiro"!
    Temos que respeitar os tempos (o necessário e desconhecido) e o nosso tempo ! A chatice toda é que nunca sabemos qual o tempo dos dois!
    Mas no meio desta luta da vida e da espera, o mais importante, é mentalizarmos que se não lutarmos por nós , mais ninguém luta!
    Bjs

Post a Comment