Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Lembro-me de ter andado a dar umas voltas com um gajo que tinha namorada, sem que nunca me tenha sentido apaixonada por ele... o que poderia ter acontecido, mesmo sabendo que dificilmente ele iria deixar a rapariga. O gajo lá me caiu nos braços (ou eu nos dele), e o sexo nem valeu lá grande coisa... mas ainda assim repetimos várias vezes a experiência.

Passados uns tempos sempre que nos cruzávamos ele ficava todo intrigado, porque não percebia porque é que eu não andava atrás dele apesar de estar sozinha, e de ele dar um belo poster de quarto para qualquer adolescente.

A verdade é que já me tinha apercebido que ele tinha contado a todas as amigas as nossas quecazitas meia leca, e eu passei a ser vista como a gaja que foi para a cama com o amigo que tem namorada.

Um dia cruzei-me com ele, e ele estava acompanhado com outro gajo com quem até simpatizo. Quando os cumprimentei, ouvi-o dizer para o outro: "Ela tem uma casa gira". Aqui está a sua forma subtil de dizer que me tinha "comido"... ou será que o outro ficou a pensar que ele me poderia ter ido arranjar a canalização?

2 Comments:

  1. Leo Mandoki, Jr. said...
    ...mas tem mulheres que, por uma razão qualquer, tbm gostam de dizer as amigas que estão a ir para cama com um gajo comprometido. Nca gostei mto de me gabar com os amigos, falando das raparigas com quem eu andava...sobretudo qnd eram relação pco tradicionais....
    gostei do teu blog!! sofisticado e elegante..
    joão said...
    Ester 2:2; ...busquem-se para o rei, moças virgens, formosas à vista.

Post a Comment