Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Muitas vezes o sentimento de solidão é o preço que se paga pela necessidade de liberdade. Na procura de se ser livre, de se fazer o que se quiser sem ter que dar satisfações a ninguém, e no facto de se tentar ser auto-suficiente, todos nós em alguma fase da nossa vida temos a tendência para nos isolarmos, para nos virarmos para o nosso próprio interior, até nos acabarmos por assustar com a nossa própria solidão.

Mas estar só não significa forçosamente solidão, uma vez que nos podemos sentir sós quando estamos a dois, ou até quando estamos no meio de uma multidão. O sentimento de solidão a maioria das vezes vem de dentro de cada um de nós. Só por se estar acompanhado, não significa que isso seja a solução para um problema de solidão.

Há muita gente que procura incessantemente estar acompanhada, só para fugirem de si mesmas, e para não pensarem nas suas próprias vidas. Muitas vezes a companhia funciona como uma fuga para a frente, para fugirmos de nós mesmos, porque na realidade ao não estarmos bem connosco acabamos por nos sentirmos sós independentemente de estarmos ou não acompanhados.

17 Comments:

  1. Oliver Pickwick said...
    Afinal, somos uma excelente companhia para nós mesmos. A solidão é saudável. O isolamento consciente é que é perigoso.
    Um abraço!
    Jay Dee said...
    E às vezes estar só é tão bom...
    Erotic Spirit said...
    You can run but you can't hide especially from yourself, so its better to choose the crowd wisely and accept the loneliness when its necessary.

    :)
    Miriamdomar said...
    A pior solidão que existe é a que se sente, quando se está acompanhado!
    Quando se está só por opção, acabamos por dar mais valor aos amigos e á familia!
    Boa semana!
    Bjo
    nOgS said...
    Estar só não significa solidão, e a pior solidão que existe é a que se sente estando acompanhado.

    BeijO
    Maria, Simplesmente said...
    Penso que a "solidão" só se aprecia depois de se viver uma solidão acompanhada, uma solidão entre aqueles a que nos juntamos pos estarmos sós e necessitarmos de sentir algum calor, tanto humano como de sentimentos, que julgamos serem possíveis existir, mas que ao fim de um tempo descobrimos serem sofucantes e nos tornam satélites girando em volta dum mundo que não é o nosso.
    Aí começa a solidão profunda, e a luta pela liberdade que alguns chamam indevidamente "grande solidão".
    Mas isto é muito complexo e também depende da pessoa e da sua maneira de ver tudo o que rodeia, dos seus medos, da sua experiência de vida, até da sua educação.
    Lembra-te, que a maior parte das mulheres e homens, em tempos dum passado recente ainda foram criados com um único fim: o casamento, como se mais nada lhes fosse permitido, e onde fosse como fosse encontrariam a companhia e segurança para o resto da vida.
    Podes julgar o que digo disparate... mas eu sei o que digo.
    Boa semana
    Maria
    Secreta said...
    Sentir Só , é algo que vem de dentro , bem do fundo de nós mesmos e apenas e somente nós conseguimos lutar contra esse sentimento.
    Beijito.
    Parapeito said...
    Ás vezes preciso de estar só comigo...mas a solidão é algo que me assusta...
    Miosotis said...
    ... a cada um seu viver! Mas, nem sempre só!

    Um beijo,
    ... pelo olhar sempre afectuoso ao longo do tempo, sensibilizada!
    MARTHA THORMAN VON MADERS said...
    Jamais! Estar só é a melhor das companhias. Faz bem, nos faz pensar, agir e ser sempre [ ou tentar] ser melhor.
    O mais triste é se sentir só estando redeada de gente.
    beijosssssssssssss
    Apareça
    Mel said...
    Oi Art!
    Concordo contigo. Não devemos fazer confusão com solidão e estar sozinho... E quantas pessoas temem a solidão saudável, aquela necessária para meditarmos, para pensarmos e refletirmos sobre nós mesmos e o mundo... E para que encontremos Deus.
    Beijos e tudo de bom!
    Je Vois la Vie en Vert said...
    De vez em quando gosto de estar só mas confesso que prefiro a companhia de amigos !

    Não queres saber um pouco mais sobre uma outra tradição do 1º de Maio ?
    Desloca-te ao meu cantinho e leva o presentinho para te dar sorte !

    Beijinhos da

    Verdinha
    tulipa said...
    Excelente tema para divagar. Gostei do que escreveste.

    Efemérides...
    Dias internacionais...
    Dias nacionais...
    Para quê?
    O pobre trabalhador tem cada dia menos razões para comemorar qualquer coisa. Existem cada vez mais filas no centro de emprego, os filhos vão para a escola sem comer, e até correm o risco de perder as casas por não conseguirem pagar as prestações.
    E o dia que devia ser uma comemoração de direitos adquiridos, é cada dia mais uma jornada de luta.

    No entanto, há uma outra data para comemorar: o meu "Momentos Perfeitos" faz hoje 1 ano.
    Convido-te a vires brindar comigo!

    Feliz "Dia do Trabalhador".
    Bom fim de semana prolongado.
    bela said...
    É importante termos os nossos momentos. É importante conhecermos quem somos.
    Mas também é importante partilhar o que somos :D
    escarlate.due said...
    claro que não!!!
    estar só e solidão são coisas tão diferentes!!
    alfabeta said...
    Gosto de estar sozinha muitas vezes, todos nós precisamos de algum tempo só para nós.
    mjf said...
    Olá!
    Não se consegue estar acompanhado, senão estivermos bem connosco.
    A solidão é boa, se tivermos uma boa auto-estima:=)

    Beijocas

Post a Comment