Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

A palavra quase pode significar próximo, perto, ou aproximadamente. Muitas pessoas conformam-se com o quase, e nem sequer procuram lutar por mais do que isso. Têm as situações quase resolvidas, são quase amigos, falam quase verdades, e dizem quase mentiras. Quem quase atinge muitas vezes sente-se feliz, só por imaginar que está quase...

Se pensarmos bem o quase a maioria das vezes significa tudo aquilo que não é, porque se dissermos por exemplo que quase ganhamos, na verdade estamos a dizer que perdemos.

Entre um quase, e um tudo, por muito pouco que falte, pode ser uma diferença do tamanho do mundo. O quase é sempre algo que está incompleto, e eu espero completar todos os meus sonhos que até hoje apenas quase tive coragem para realizar ou viver.

Os sonhos podem ser tudo, e na palavra tudo não cabe a palavra quase... ou quase não cabe... porque não se pode ser quase feliz, quase amar, ou quase sentir, quando é impossível quase existir...

15 Comments:

  1. Mel said...
    É, Art...
    Um quase pode nos deixar naquele vazio do não ter sido...
    Beijos
    Nogs said...
    Art,

    eu não gosto desse tal "quase". Não gosto que me persiga como tem feito na minha vida.
    Tudo ou nada, e pronto.

    Beijoooooooooo
    A Luz A Sombra said...
    Quase!...
    Palavra irritante, mas com grande significado para alguns.
    Quase não é nada!
    Ou é ou não é.
    Se temos sonhos temos que lutar por eles, ainda que seja a última luta a travar.
    Só no fim saberemos se atingimos a meta, mas creio que nunca a atingiremos, pois atrás de um sonho outro sonho vem.
    Bom fim de semana.
    A Luz A Sombra
    Alien David Sousa said...
    Concordo contigo Art. O "quase" na realidade é o "nada". Se estás "quase" é porque ainda não alcançaste o que querias, assim sendo,apenas tens um nada.

    Beijinhos
    Miriamdomar said...
    E ainda há quem queira, quase tudo!
    Se é possivel ter tudo, porque havemos de nos contentar, com o quase?
    Eu acho que nós seres humanos, somos uns eternos insatisfeitos!E talvez por isso ,quando temos a oportunidade de ter tudo , já não sabemos dar o devido valor!
    Bom fim de semana
    Bjo
    Mi said...
    É sexta-feira e não consigo escrever muito - é do cansaço. Ainda assim, não podia deixar de passar este tema sem partilhar um poema que me diz muito, sobre o mesmo.

    Quase

    Um pouco mais de sol - eu era brasa,
    Um pouco mais de azul - eu era além.
    Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
    Se ao menos eu permanecesse aquém...
    Assombro ou paz? Em vão... Tudo esvaído
    Num grande mar enganador de espuma;
    E o grande sonho despertado em bruma,
    O grande sonho - ó dor! - quase vivido...
    Quase o amor, quase o triunfo e a chama,
    Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
    Mas na minh'alma tudo se derrama...
    Entanto nada foi só ilusão!
    De tudo houve um começo ... e tudo errou...
    - Ai a dor de ser - quase, dor sem fim...
    Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,
    Asa que se enlaçou mas não voou...
    Momentos de alma que, desbaratei...
    Templos aonde nunca pus um altar...
    Rios que perdi sem os levar ao mar...
    Ânsias que foram mas que não fixei...
    Se me vagueio, encontro só indícios...
    Ogivas para o sol - vejo-as cerradas;
    E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
    Puseram grades sobre os precipícios...
    Num ímpeto difuso de quebranto,
    Tudo encetei e nada possuí...
    Hoje, de mim, só resta o desencanto
    Das coisas que beijei mas não vivi...
    Um pouco mais de sol - e fora brasa,
    Um pouco mais de azul - e fora além.
    Para atingir faltou-me um golpe de asa...
    Se ao menos eu permanecesse aquém...

    (de Mário de Sá-Carneiro)

    Bom fim-de-semana!
    Parapeito said...
    Que vejas os teus sonhos todos realizados em vez de quase todos...

    por falar em sonhos aqui te deixo um sonho :)
    *
    Pelo Sonho é que vamos,
    comovidos e mudos.
    Chegamos? Não chegamos?
    Haja ou não haja frutos,
    pelo sonho é que vamos.
    Basta a fé no que temos,
    Basta a esperança naquilo
    que talvez não teremos.
    Basta que a alma demos,
    com a mesma alegria,
    ao que desconhecemos
    e do que é do dia-a-dia.
    Chegamos? Não chegamos?
    - Partimos. Vamos. Somos..

    Sebastião da Gama

    **
    Maria, Simplesmente said...
    "... quase tive coragem para realizar ou viver", lendo melhor o teu texto, deixa-me que te diga que seria melhor dizeres: que não tive a coragem para realizar ou viver.
    Quanto ao "quase existir" é diferente, porque há pessoas que quase existem, mas existem duma maneira que ninguém dá por elas, são aquelas cujas opiniões nunca sabemos quais são, pois querem estar bem com todos para nada sofrer.
    Até digo mais são aquelas que são "camaleão", que nos seguem, mas que não vemos metidas no seu camuflado.
    Essa atitude é de longe o mais confortável.
    Bem com Deus e com o Diabo...
    Odeio essas pessoas, embora pense que são as que vegetam melhor.
    Bj
    Maria
    Deusa Odoyá said...
    Olá meu amigo!
    Obrigado por suas palavras carinhosas em meu cantinho.
    Parabéns por esse belo texto.
    Ou quase ou nada.
    Somos um pouco dos dois.
    Mas sempre procuramos, fazer valer otudo.
    Se sonhamos, se amammos, se nos entregamos, isso é tudo.
    Para mim tenho como leme, o tudo.
    O quase nada não impera.
    Beijos da sua amiga do lado de cá.

    Regina Coeli.
    C Valente said...
    Entre o quase, e um tudo vai um mundo.
    Gostei deste modo de analise
    Saudações amigas
    BFSemana
    cõllybry said...
    Olá Art,será como 8 ou 80? é bem utilizado esse quase, no nada...
    Que não existe...

    Tens toda a razão, gostei

    Beijitos doces
    Um Momento said...
    Sim... quando a vontade é suprema há que a não deixar fugir para afastarmos o quase e agarrarmos o tudo...
    Que os teus sonhos se realizem é o meu maior desejo sincero:)
    Um beijo sincero com o desejo de uma noite linda cheia de TUDO o que mais desejares:))

    (*)

    PS: é bom sentir-te cheio de garra
    alfabeta said...
    É como o meio termo, para mim, ou é, ou não é!
    Oliver Pickwick said...
    Tem horas que o "quase" é bem vindo. Por exemplo: "Uau! Quase me dei mal nesta!".
    Tudo é relativo, amigo Art. :)
    Um abraço!
    Carla said...
    porque o quase é o sonho adiado...
    beijos

Post a Comment