Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Acaso...

Os acasos nas nossas vidas são normalmente uma experiência marcante. São coisas que poderiam não acontecer, não são coisas esperadas, nem passíveis de previsão. É simplesmente o acaso...

Há pessoas que se assustam com o acaso, acham que é mau acontecerem coisas inesperadas, têm medo porque são coisas que normalmente fogem ao nosso controle, e há tantas coisas que nos fogem ao controle, muito mais do que às vezes nós pensamos. No entanto, se pararmos um pouco para pensar, apercebemo-nos que as nossas melhores, e mais bem sucedidas experiências, ou pelo menos as mais marcantes, deram-se pelo acaso.

O acaso, normalmente transporta sempre com ele uma forte mensagem, e no amor, para que ele se torne inesquecível, é preciso que os acasos aconteçam desde o primeiro instante. Eu nunca vi o acaso... mas acredito que exista, porque tudo acontece com uma finalidade, mesmo que por vezes nunca venhamos a descobrir qual é. E é isso que faz girar o mundo..."acaso" atrás de "acaso".

O amor também nunca o vi... mas acredito nele... aliás sinto-o dentro de mim... amo muito... amo com todas as minhas forças... por isso deixo-vos esta pergunta no ar...
O amor não será também ele sempre um acaso?

19 Comments:

  1. su said...
    O acso existe como mais uma força da vida e não é esta última também um pouco ou muito assustadora?! Planear as coisas, passo a passo, pode trazer a segurança do dia-a-dia...mas não será muito agradável experienciar o outro lado que é desatar o laço colorido da prenda surpresa que a vida nos pode estender? Ter medo ou não faz parte da experi~encia da vida...
    E se o amor não será parte desse acaso...?! Não vale a pena pensar muito...venha assim ao acaso...e que traga a felicidade também...
    Irene said...
    Vim ter aqui pelo comentário deixado no blog do adesenhar, através do qual fiquei a saber que visitaste o meu blog, que tem na barra lateral os arquivos de postagens desde o início.

    Quanto à tua pergunta, penso que o amor é um acaso que pode acontecer inesperadamente e, por isso mesmo, temos que ter o coração aberto para não não o deixarmos passar ao lado.
    Nogs said...
    Eu creio que sim, é.


    Os meus olhos, por exemplo, tremeram ao se cruzarem com os olhos verde-mel que me apaixonaram.


    concordo contigo. Há acasos maravilhosos...


    Beijooo
    Miriamdomar said...
    Não será a vida, um acaso?
    Ou um acaso , plena de acasos?
    Á pessoas, que desde cedo planeiam a sua vida ,de forma a evitarem os acasos ! Mas serão essas pessoas felizes?
    Se tu acreditas no amor , isso é muito bom ! O que quer dizer que, a qualquer momento, por um acaso qualquer, conhecerás o amor!
    Bjs e BFS
    susana said...
    sim, o amor pode ser um acaso. pode ser um acaso de anos, de dias, ou ate de meros instantes.

    pode ser um acaso encontrares o amor artificial ou um amor verdadeiro.

    acredito e divagando por este assunto, acredito seriamente que existem varios tipos de amor, e nao me referindo ao amor de mae ect etc.
    pode existir um amor artificial como referi, com uma duraçao de horas, dias, um amor que ingloba uma mera atraiçao fisica nada mais, mas mesmo assim pode existir um amor embora fisico e artificial!

    mas acredito sobretudo no amor verdadeiro e intimo, na complicidade entre duas pessoas, que tal como tu te referiste, pode surgir num acaso.

    e é por isso que afirmo que o amor para ser amor surge num acaso, puro e mero acaso. quando assim nao acontece, nao existe amor, mas algo esforçado...
    Elsa said...
    Art,

    algumas das pessoas que deixaram em mim grandes sentires foram sem duvida conhecidas por um acaso ...
    o que interessa é nunca ter medo de arriscar!...
    conheci o teu blog por acaso, mas não é por acaso que cá volto...

    beijos
    Odele Souza said...
    Amor não se racionaliza, não se explica. Apenas sente-se.

    Abraços.
    tulipa said...
    Me recordo da minha cidadezinha como um lugar de infância chapinhada, um lugar onde o próprio tempo transpirava.
    O mar não nos tocava apenas como margem do nosso pequeno mundo.
    O mar vinha de baixo, fluía entre os poros da terra, como um suor imenso.
    E tanto éramos feitos de líquido que ainda hoje eu creio não ter terra-natal.
    A Beira é minha água-natal.

    Assim escreve o Mia Couto e eu assino por baixo, concordando.

    Bom fim de semana.
    Bons banhos de praia ou de rio.
    Cöllyßry said...
    Tudo tem a sua razão de ser, o acaso não existe...E digo bem por experiência...

    Bom texto, aliás como sempre...

    Beijito
    Miguel Barroso said...
    Só será um acaso se não olharmos para dentro. Abraços do EU, SER IMPERFEITO e d´A SEIVA
    Um Momento said...
    Costuma-se dizer que nada acontece por acaso...
    Mas eu acredito no "acaso"...
    Embora tudo tenha uma razão de ser, prefiro acreditar que no acaso as coisas são como são, nada premeditado , tudo "natural", e sim... acredito que o Amor seja um acaso, pois se ele existe... não é premeditado...é realmente um achado que só se encontra,se sente... por um mero acaso
    ( sorrindo).

    Um beijo de quem se sente feliz por um dia ao acaso te haver "encontrado"

    Desejo-te uma noite bem serena:)))
    (*)
    Um Momento said...
    Se por acaso não nos voltarmos a "cruzar" quero que saibas que foi muito bom ter o privilègio de te ter "encontrasdo" um dia.
    Muito Obrigado por tudo e... até um dia destes( acho):)))))))))

    Desejo-te tudo de MUITO BOM!!!

    Abraço enorme!!

    (*)
    Lyra said...
    Passo por aqui para te ler e reler, o que sabe sempre muito bem!

    Aproveito para te desejar uma execelente semana.

    Beijinhos e até breve.

    ;O)
    foryou said...
    Olha, como eu já desisti de tentar definir o amor, acho que não respondo à pergunta. Também... o que é que interessa se é acaso ou não? O que interessa mesmo é que é bom!
    aorta said...
    Eu já me deparei a dizer: "Aconteceu na altura certa, e aconteceu por acaso."
    titofarpas said...
    Passei por aqui e adorei o blog.
    Parabéns e felicidades
    NAVE said...
    Há tempos conheci alguém que dizia não haver acasos, somente coincidências significativas....
    Parapeito said...
    Pode ser por Acaso..até só caso...o que importa é que seja infinito
    enquanto dure...como dizia Vinicius

    :)
    Maria, Simplesmente said...
    Não o amor não é um acaso!
    Se fosse um acaso haveriam montes de amores, porque há montes de acasos.
    Pode ser encontrado num acaso, mas há qualquer coisa de especial que desconhecemos, um "clik" que aparece naquele momento, embora possa durar muito ou pouco tempo.
    Dorme bem
    Maria

Post a Comment