Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

"Estar perto", é sinónimo de "estar quase"...
E qual é o significado de um quase?
Quase que sinto, quase que alcanço, quase... sempre quase.
Quase, mas não de facto.
Não gosto da palavra quase, muito menos do seu significado.
Estivemos tão perto, mas a ideia já vai longe...
E por isso, eu prefiro mesmo o nunca, porque o quase significa que se "ficou perto" mas não se concretizou.

21 Comments:

  1. Oliver Pickwick said...
    Tem toda a razão, "quase" é prima de "frustação". Também prefiro "nunca". Sou da filosofia, "ou é oito, ou é oitenta.
    Abraços!
    Ignota said...
    QUASE - Mário de Sá Carneiro

    Um pouco mais de sol - eu era brasa,
    Um pouco mais de azul - eu era além.
    Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
    Se ao menos eu permanecesse aquém...

    Assombro ou paz? Em vão ...Tudo esvaído
    Num baixo mar enganador de espuma;
    E o grande sonho despertado em bruma,
    O grande sonho - ó dor - quase vivido...

    Quase o amor, quase o triunfo e a chama,
    Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
    Mas na minh'alma tudo se derrama...
    Entanto nada foi só ilusão!

    De tudo houve um começo...e tudo errou...
    - Ai a dor de ser - quase, dor sem fim...
    Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,
    Asa que se elançou mas não voou...

    Momentos de alma que desbaratei...
    Templos aonde nunca pus um altar...
    Rios que perdi sem os levar ao mar...
    Ânsias que foram mas nunca mais fixei...

    Se me vagueio, encontro só indícios...
    Ogivas para o sol - vejo-as cerradas;
    E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
    Puseram grades sobre os precipícios...

    Num ímpeto difuso de quebranto,
    Tudo encetei e nada possuí...
    Hoje, de mim, só resta o desencanto
    Das coisas que beijei mas não vivi...

    Um pouco mais de sol - e fora brasa,
    Um pouco mais de azul - e fora além.
    Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
    Se ao menos eu permanecesse aquém...
    Ignota said...
    Peço desculpa, mas... quando leio a palavra "Quase" é neste poema que eu penso, é das palavras deste poeta que me recordo.
    Talvez, não diga tudo e seja, deste modo, apenas um "quase-comentário", ou uma "quase-resposta", mas não consigo dizer muito mais hoje.

    Sim: prefiro o "pleno" ao "quase".
    Alien David Sousa said...
    Concordo 100% contigo Art, o estar quase é o nunca chegar.
    Fizeste-me lembrar aquelas pessoas que usam muito o "quase" como se de uma vitória se tratasse. Estivemos quase para chegar em primeiro. Estivemos quase para casar, como se esse "quase" fosse mais do que realmente é: uma derrota, um chegar a lado nenhum, um ficar pelo caminho.

    Beijinhos
    Alien David Sousa said...
    Estive QUASE para não comentar! ;) hehe
    Beijinhos
    Odele Souza said...
    Olá,
    Quero te agradecer pelo comentário deixado no blog Silêncio Culpado, no post que divulga a história de minha filha Flavia, um exemplo de NEGLIGÊNCIA e IMPUNIDADE, que existe não só no Brasil mas em vários outros países.

    Aproveito para conhecer teu blog que de cara já te digo: Me encantou.
    Sobre o tema de teu post de hoje:
    Estou contigo. O "quase" não nos pega inteiramente, nos deixa mornos, na superficialidade de tudo. E para viver com intensidade, em tudo, há que se mergulhar...
    Deixo-te um abraço.
    Ana said...
    O 'quase' quer dizer que para a próxima vez tens que saltar e agarrar esse momento antes que ele 'quase' não chegue a existir.

    :)

    Beijos enormes!
    (Un)Hapiness said...
    concordo completamente...

    o quase é um snetimento deveras frustrante, sdirei msm, sentimento a evitar :)
    O Micróbio II said...
    Dedução lógica...
    aorta said...
    Concordo, mas ainda assim não prefiro o nunca. Porque nunca é sempre nunca e quase... pode ser que ainda tenhamos a oportunidade de finalmente agarrar o que estamos quase a conseguir.
    Ruela said...
    quase,
    deveria ser apagado no dicionário...




    abraço
    JOSÉ NEVES said...
    Estar quase é sentimento de frustração, é algo que esteve tão próximo mas ao mesmo tempo tão longe.

    Abraço.
    Secreta said...
    Apoio 100% este teu pensamento. O quase é frustante e desanimador. Beijito.
    Leonor Branco said...
    E do quase podemos ir para o e se?. Isto se um quase é o que faltou para lá chegarmos, o e se? seria o que aconteceria se lá chegassemos definitivamente. Então, na verdade não temos apenas um quase mas como também um e se?. E até podemos ter mais formas, mas neste momento não as lembro. Mas quando efectivamente as coisas não tiveram um fim ou uma escolha plena, temos um quase e um e se? a acompanhar.
    Abraço
    Carla said...
    o quase é como termos a amêndoa entre os lábios, mas não a conseguirmos saborear porque alo ou alguém a roubou...também não gosto, sabe a pouco
    beijos
    Cöllyßry said...
    O quase,por vezes estraga o que poderia ser...

    Doce meu beijo
    ANNA-LYS said...
    I understand ALMOST nothing, but, I do wish You a Lovely Eastern Holiday!

    (( abraços ))
    Um Momento said...
    E "quase" concordava contigo, se eu mesma não gostasse do "nunca"
    Logo... duas palavras que abomino:)

    Beijo !

    (*)
    Erotic Spirit said...
    Never is a door shut, maybe implies
    a chance... I don't mind maybe, it's just a softer never.

    :)
    zé manel said...
    Quase.
    Igual a tentar...

    Ou na realidade não quero.

    Não é?

    A vida é muito mais simples e menos romântica do que a pintamos...

    Gosto do que escreves.
    Beijinha said...
    também não gosto do quase :(

Post a Comment