Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Para mim, o amor é a outra face da felicidade. A face palpável e possível. O amor para mim, só existe se for quase impossível, se o mundo que nos rodeia o quiser roubar, se a distância o alimentar, e se os dias de ausência forem trocados por noites de inesquecível e inigualável prazer.

O amor só subsiste na dúvida, na incerteza, naquele toque que pode ser o último, no abraço que se perde no ar, no derradeiro olhar antes da separação. O amor verdadeiro para mim é assim, tem que ser alimentado, vivido com paixão.

Quanto a outros tipos de amor... bem quanto a esses... eu não sei bem se lhes podemos chamar de amor... ou será que são esses os amores verdadeiros???

13 Comments:

  1. Whispers in night said...
    Ola Arte!

    Concordo contigo, o amor tem que ser alimentado, tal como planta que precisa de luz terra e agua.

    Para se manter um amor vivo é preciso se apaixonar todos os dias pela mesma pessoa, quando um amor acaba e sempre porque a paixão morreu.
    Existe muito tipo de amor, e acredito que o amor verdadeiro é aquele que se entrega e nada pede em troca.esse e muito difícil de se encontrar, ou talvez cause impossível, a não ser o amor de Mãe.
    Desejo que teu fim de semana seja Maravilhoso
    Mil beijos
    Rachel
    alfabeta said...
    Amor verdadeiro é quando há respeito, cumplicidade, amizade, companheirismo e paixão, para mim são os pontos essenciais para o sucesso de uma relação, porque o amor verdadeiro é algo que vem com o tempo e convivência, aqueles que ao fim de um mês já estão a dizer que se amam muito e são os amores das suas vidas, não me convencem.Fica bem.
    JOSÉ NEVES said...
    Amor é aquilo que o homem e a mulher quiserem, não importa o momento nem o local, interessa é que exista a verdadeira paixão, que a entrega seja total de parte a parte, como se fosse aquele o ultimo momento.

    Grande abraço com amizade.
    AcidoCloridrix said...
    My God,,, suprema essa tua teoria sobre o amor,,, qual Camões,,, amor é fogo que arde sem se ver,,,,,,,,,, querer estar preso por vontade,,,, é servir a quem vence, o vencedor,,,, é ter com quem nos mata lealdade.... mas como causar pode seu favor,,,, nos corações humanos amizade,,,, se tão contrário a si é o mesmo Amor?
    aorta said...
    Art
    Tu é um sábio. A cada divagação tua, mais me convenço disso.
    Um Momento said...
    Sim...
    Isso é um amor louco... mas LINDo ao sentir tal emoção

    Deixo um sorriso com o desejo de uma noite Linda

    (*)
    Alien David Sousa said...
    És um romantico ART, e sim o amor tem de ser alimentado TODOS OS DIAS porque quando vives com o objecto do teu amor, por muito que o ames vão existir pedras no vosso caminho. E são essas pedras que testam o verdadeiro amor. Por muito que se ame o outro, com a convivência, a rotina, vão existir momentos em que queremos parar, em que queremos pensar, estar sozinhos nem que seja por uma tarde...porque os problemas acumulam-se e desgastam a relação e é aí que temos de estar atentos e fazer de tudo para aliementar essa relação.
    O amor quando está no seu auge dá-nos a sensação de que podemos conquistar o mundo, mas com o tempo, aprendemos que mais do que amar o outro temos de ser amigos, cumplices...parceiros para a vida, só assim conseguimos amar verdadeiramente. O resto são histórias de contos de fadas. E quem entra numa relação a pensar que por amar e ser amado tudo vai ser perfeito corre o sério risco de sair muito desiludido e magoado.

    Beijinhos
    Oliver Pickwick said...
    O amor que se refere no primeiro parágrafo, é como fruta roubada. Dizem ser mais saborosa. Quanto aos outros tipos de amor, acredito que também são verdadeiros, embora sem o tempero especial do "quase impossível".
    Todavia, com o gosto de fruta roubada, ou com o sabor daquela que compramos no supermercado, que prevaleça o amor.
    Abraços, prezado amigo!
    Erotic Spirit said...
    Each loves in his and her own way, for me it has no requirements but it is limited because one can not love all with such intensity.

    kiss
    :)
    Lord of Erewhon said...
    Enfim, és outro fodido.

    Abraço!
    helena said...
    O que torna os amores impossíveis mais bonitos é justamente a impossibilidade. Esta atrai.
    A dificuldade nos impulsiona, nos motiva. Assim, quanto mais difícil, mais o amor parece ser grande, excepcional e único. E quem não quer viver algo grande, excepcional e único?!
    Beijinhos.
    Elsa said...
    DESCULPA LÁ... VI AO TEU BLOG POR IMPULSO... ENCONTREI O LINK NUM DOS QUE JÁ FREQUENTO DIARIAMENTE!...
    MAS ESTOU A GOSTAR MUITO TENHO DE CONTINUAR A CUSCAR!...

    O QUE EU ACHO É QUE O AMOR VAI MORRENDO, PORQUE SE PERDEM OS PEQUENOS GESTOS, O SORRISO, O BEIJO DEMORADO, A MSG LINDA DE MORRER, A PARTILHA, O ABRAÇO E ESSENCIALMENTE A ENTREGA...

    JOKAS
    ELSA
    unisedil said...
    Amor é o que se sente pelos filhos. O resto é imaginação de bloguistas.

Post a Comment