Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Na vida já passei por fases de entusiasmo e fases de desilusão. De vez em quando ando nas nuvens, noutras ocasiões, mais frequentes, ando murcho. Tenho períodos, em que caminho sobre nuvens e tudo me parece maravilhoso, e outros períodos tão cinzentos, que talvez me apetecesse adormecer e ficar assim durante o tempo necessário para que tudo voltasse a ser belo.
Acontece-nos a todos...

A verdade é que não tenho razões para me deixar levar demasiado por entusiasmos, pois já devía ter aprendido que essas fases não podem durar sempre.
Desejo muito uma coisa, penso que se a alcançar obtenho uma espécie de céu, bato-me por ela com todas as minhas forças. Mas quando, finalmente, obtenho o que tanto desejei, passo por duas fases desconcertantes. A primeira é um medo terrível de perder o que conquistei, porque conheço o que me aconteceu anteriormente, e a outras pessoas em situações semelhantes à minha...

A segunda fase chega com o tempo e não costuma demorar muito. Acontece que aquilo que obtive perde lentamente, ou de um dia para o outro o encanto.
E é nesse momento que chega a desilusão, com todas as suas consequências desagradáveis. Pode passar-me pela cabeça coisas como mudar de profissão, mudar de clube, trocar de automóvel ou de casa, divorciar-me... e então, surge o desejo de partir atrás de outro entusiasmo. Quero voltar a amar...

Se me desiludo, a culpa não está nas coisas, nem está nas outras pessoas. Se me desiludo, a culpa é minha, porque me deixei iludir, porque me deixei levar por uma ilusão. Uma ilusão consiste em camuflar a realidade, de modo a distorcê-la ou a fazê-la parecer mais do que aquilo que é. Quando me desiludo, sei que não estou a ser justos nem com as pessoas nem com as coisas.

Nenhuma pessoa, nenhuma das coisas com que lido pode satisfazer plenamente o meu desejo de felicidade e de beleza. Em primeiro lugar porque não são perfeitas, só a ilusão pode ser temporariamente perfeita. Depois, porque não são eternas... apodrecem... gastam-se... engordam... partem-se... ganham rugas... terminam...
Aquilo que procuro, e não o consigo evitar, é a perfeição. E não me contento com menos do que isso. É por essa razão que me desiludo e que de novo me iludo... ando à procura...

10 Comments:

  1. Aragana said...
    Eu sempre digo que quem procura... acha! Mas cuidado com aquilo que desejas...

    Eu contento-me com a busca da perfeição interior, mas, tantas vezes que fico feliz com as minhas imperfeições.

    Momentos... a vida é feita do deslumbramento dos pequenos momentos que nos fazem sorrir.
    Os momentos arrebatadores são pérolas que aparecem raras vezes na vida.
    lady.bug said...
    no mínimo, perfeito...

    bjs
    Ana said...
    Art,

    É verdade que buscamos a perfeição, porque enquanto desejamos alguma coisa, ela é perfeita para nós. Só a expectativa dessa perfeição nos mantém ali...teimosos, lutadores, decididos.
    Projectamos nos nossos desejos tudo aquilo que julgamos ser o ideal para nós e, muitas vezes, quando conseguimos alcançar o que tanto queríamos, passamos a lidar com uma realidade que em nada é perfeita.
    E quanto mais desejamos, maior é a desilusão.

    Ás vezes tenho medo de desejar tanto e tanta coisa...medo de perder tempo, de esgotar forças com algo que depois se revele banal.

    Beijinhos
    Freyja said...
    Querido amigo
    Todos los seres humanos pasamos por periodos donde nos entusiasmamos y nos desilusiones
    Todo depende de las situaciones que estemos viviendo
    Por momentos creemos que todo los estamos haciendo y tenemos a nuestro lado es lo que necesitamos, pero hay momentos de que pequeñas cosas nos desilusionan y pensamos que el problema somos nosotros
    Estamos viviendo en un mundo tan rápido, egoísta y poco sincero, donde luchamos día a día por sobrevivir
    Muchas veces tenemos las fuerzas necesarias para soportar todo eso que vamos viendo y viviendo
    Pero por ser tan humanos y estar llenos de sentimientos nos llega la desilusión
    La vida es una lucha diaria, cada día es diferente al otros, los días grises por hacen pensar mas y sentir la desilusión
    Vamos siempre buscando lo que sea más perfecto para nuestra vida, pero en nuestra vida también entran las personas que nos rodean, la familia, los amigos, el trabajo y también el amor
    Vivimos en un mundo imperfecto, lleno de personas con defectos y virtudes, algunas muy sinceras y otras no
    El entorno nos afecta, pero estamos buscando siempre la felicidad
    Cuando las cosas no se dan o tenemos problemas es ahí donde nos desilusionamos
    A todos nos pasa lo mismo, la búsqueda de la felicidad es constante, a veces pequeños detalles nos hacen felices o buenos momentos
    Lo importante es saber lo que queremos, aceptar lo que tenemos y cambiar o dejar lo que no nos gusta
    Nosotros mismos vamos haciendo la vida y lo importante es saberla vivir con lo que uno quiere y aquí entra la independencia personal, donde yo quiero ser feliz y si tengo defectos y virtudes como todo ser humano, lo lograre
    El mundo esta cada día mas materialista y lo que nosotros buscamos es la paz del alma y las ganas de salir adelante, aunque lleguen esos momentos de desilusión
    Pero siempre dentro de todo encontramos personas lindas de alma y corazón que nos hacen sentir que nunca estamos solos y que gana el entusiasmo
    Así que no te sientas así, a todos nos sucede
    Que estés muy bien, besitos y que mañana sea un lindo día
    Gracias por tus saludos y tu compañía, Rodrigo Leao me fascina, acá lamentablemente su música no llega, lo poco que tengo de el lo he bajado por la Net
    Mil besitos


    Besos y sueños
    Freyja said...
    gracias amigo por tus saludos en ese blog nuevo que me invitaron a participar
    la verdad que blogosfera es un mundo muy especial, donde se logra encontrar buenos amigos como tu y unir la geografia
    mil besitos y un lindo dia mañana


    besos y sueños
    Rynaldo Papoy said...
    Olá, Art, o negócio é viver a vida intensamente.
    Obrigado pelos comentários nos meus blogs.
    Realmente, quando estou deprimido o que me ocorre, além de tomar tranquilizantes, é escrever.
    Grande abraço!
    aorta said...
    A procura da perfeição tem sido a minha luta na vida. Ao contrário de ti, não me desiludo nem fico deprimida quando as coisas perdem o encanto. Aproveito-as ao máximo enquanto as acho perfeitas. Quando o encanto acaba, substituo-as por outras que passo a considerar mais perfeitas.
    A vida é assim mesmo, sempre a reciclar.
    linfoma_a-escrota said...
    oh laurindinha laranja laranja quem nao tem amores depressa os arranja, chama-se ying yang meu caro


    www.motoratasdemarte.blogspot.com
    AcidoCloridrix said...
    Quem espera e procura,,, sempre alcança,,, e tu,,, com a tua força interior vais alcançar os teus desejos e sonhos pá!!!! Estou certo disso!!! Um abraço,,,, HCL
    Joana Dalila Santos said...
    Procurasalgo que não existe...

Post a Comment