Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Costumo ouvir dizer que normalmente as mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar.
Mas para elas serem ditas por um olhar é preciso haver a presença física. É difícil comunicar com alguém, quando esse alguém não está presente, está longe, ausente.
Por isso é muito difícil o silêncio permitir-nos comunicar com alguém ausente, porque corremos o risco de ter um silêncio mudo... e esse silêncio é loucura...

11 Comments:

  1. cõllybry said...
    Pois dizem que os olhos falam, mas sem palavras, é dificil hás vezes entender, as palavras quebram o silêncio...

    Doce beijo
    Rynaldo Papoy said...
    Ué? Já estão no futuro aí? Pensei que Portugal era cinco horas mais tarde que no Brasil. E como o blogger é quatro horas menos que no Brasil, Portugal está nove horas a frente da Califórnia. No entanto aí já é 29 de setembro?
    Bem, agradeço muito seus comentários nos meus blogs.

    Sobre o "Mundo de Sofia", acho que a menina que gozou no jardim se deu melhor, porque filosofia é um pé-no-saco inútil. [Excluindo os filósofos da ciência, desde Bacon e Descartes].

    Quanto ao "Suicídio Espiritual", na verdade, quando eu completar 20 anos de poesia, em 2013, pretendo fazer uma turnê por Portugal também. Porém, aqui, iniciarei as atividades em fevereiro de 2008.

    Que bom que está lendo meu romance "Psámata". Quem sabe eu o publico um dia?

    A respeito do post que você escreveu, sobre amor, eu às vezes acho que amor não existe, só paixão. Eu não gosto de estar apaixonado, como dizia Renato Russo. Pois o "depois" é só dor.

    Abração!
    Rynaldo Papoy said...
    Andréia era um delírio? Ainda é. Foi a maior paixão de minha vida, que teve final trágico [dizem que por usar drogas, foi recolhida a um manicômio].

    Eu sempre assisto à ótima série "O Vidente", nome infeliz que deram aqui no Brasil à "Dead Zone".

    Abraço!
    Rynaldo Papoy said...
    O Homem que comprou o corpo de Cristo... pesquisei, pesquisei, pesquisei e descobri que não há registros históricos sobre José de Arimatéia, só lendas.

    Então criei a minha lenda.
    lady.bug said...
    e quem não entende um olhar...
    Freyja said...
    Que lindo me encanto
    Es verdad las palabras mas bellas de amor son en silencio y con una mirada que dice tanto
    Tener a la persona que amamos cerca hace que el silencio se vuelva encanto
    Cuando se ama hay momentos que las palabras sobran
    Es difícil comunicarse cuando esa persona no esta presente y separa la geografía y todo se vuelve ausencia
    Y ahí el silencio en la ausencia se vuelve dolor
    El silencio duele y la ausencia también
    Son sentimientos que se conjugan y nos dejan muchas veces a la deriva, el silencio se vuelve desencanto cuando estamos solos
    Es el riesgo del amor, nos envuelve en silencio encantado y por momentos en silencio desencantado
    Te dejo muchos besitos y que estés muy bien, una vez más gracias por tus palabras y tu compañía amigo en todos esos espacios míos
    Como decimos acá: gracias totales
    Por ser un lindo amigo, un buen fin de semana y que estés muy bien


    Besos y sueños
    Visible Silence said...
    "... as mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar."
    Concordo...
    Por isso sou...
    Visible Silence...
    Sempre presente... em silêncio... amo com paixão...
    :):)

    "Não me digas que...
    sou bonita...
    Elegante...
    excitante...
    boa amante...
    envolvente...
    inteligente...
    meiga...
    amiga...
    cumplice...
    Não me digas que me desejas
    Não me digas que só eu te sei dar prazer...
    Não me digas que tens sorte em me ter a teu lado...
    Não... Não me digas.
    Não quero palavras
    Quero que me faças sentir... que tu amor, sentes tudo isso por mim."

    ("Faz-me sentir..."-Visible Silence,13.09.2005)

    Mas de vez em quandotambém sabe bem ...ouvir :):)

    Beijos
    Visible Silence said...
    Esqueci-me de te dar os parabéns por este teu novo espaço.
    Gostei das cores quentes e contrastantes... gostei especialmente da originalidade do cabeçalho :):)
    Espectacular...
    Nada de admirar em ti querido Art
    :)
    Beijo
    aorta said...
    Pois, nunca tive que comunicar com alguém ausente. Mas é bem verdade mais lindas palavras de amor que alguma vez disse foram com o silêncio do olhar. Podes crer!
    Marrie said...
    Mas qdo conseguimos fazer-nos presente apesar da ausência, nem a distância, nem a impossibilidade de um olhar deixará esse amor não sentir o q carregamos no peito e na pele!!!
    bjs
    Prazer em conhecê-lo
    Mel said...
    Perfeito Art. Muitas vezes para que o silêncio seja interpretado com uma fala de amor, é necessário que exista sim o contato, senão, pode ser visto como indiferença. Cada caso, um caso.
    Um bom fim de semana, amigo.

Post a Comment