Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

O melhor comentador do mundo – tanto quanto se pode saber – chama-se anónimo. Tão anónimo que nem ele próprio sabe quem é. Só sabe que é o anónimo perfeito. Umas vezes procura usar com decência as palavras, outras não... Mas nada disto o preocupa minimamente, pensa sem quaisquer afectos. Escreve sem pestanejar.

A caixa de comentários abre os blogues, mas potencia a baixeza e obriga por vezes a ter que se fechar aos prevaricadores a porta de liberdade de expressão que se abriu a todos. Os blogues continuam a ser um espaço selvagem, quase sem regras, ou melhor, escapam à maior parte das regras e constrangimentos que estruturam o espaço público. Isto é basicamente positivo, sendo em consequência negativo adoptar como princípio de conduta, a ideia vulgar de que muita gente não merece, por não saber usá-la, a liberdade que lhe dão.

Dir-se-ia que o bloguista dispõe de algum poder sobre os outros, mostrando-se generoso - se abre caixa de comentários - ou revelando-se arrogante - se a fecha ou nunca a abriu. Da parte do comentador anónimo, o desejo de comentário é o desejo de se exprimir facilmente. O blogue alimenta essa ilusão de que qualquer um pode escrever, e que qualquer um tem coisas para dizer. Como nem todos alcançam a forma da escrita, como nem todos chegam à iniciativa de por si próprios, abrirem o seu blogue, como nem todos sabem escrever - a caixa de comentários permite-lhes escrever sem pudor nem gramática. Permite-lhes dizer de facto qualquer coisa. Permite-lhes exprimirem-se, sempre à custa, e sobre os outros.

5 Comments:

  1. Lis57 said...
    Querido Art
    Concordo com tudo que escreveste sobre o comentador anónimo, mas acho que muito mais se pode esconder por trás da máscara de um anónimo.
    Pode dar erros ortograficos prepositadamente e até pode ser também o próprio bloguista comentando-se a si próprio como anónimo.Nunca pensaste nisso? Eu já, pois podemos nos nossos blogues impedir que sejam escritos tais comentários.
    Quem não impede de os ter, é porque esses comentários não o incomodam.

    Beijos.Boa semana.
    Tazaroteno said...
    Acrescento mais ainda ao teu texto, ser anónimo é ser fraco, esconder-se atras da capa do anónimo é uma enorme cobardia, abaixo os anóninos.
    Nefertiti said...
    Art,
    Não sou mulher de me assustar com qualquer coisa e dificilmente fico sem palavras… pensava eu!
    Facto é que estou assustada e as palavras escasseiam.
    O teu post tudo tem a ver com o que me sucedeu.
    A única pessoa que me ocorreu, no momento, a quem pedir socorro, foste tu.
    Obrigada pela tua prontidão em anuíres ao meu pedido e ao conforto das tuas palavras.
    Tinha e tenho consciência de que ao fazer parte deste imenso mundo de alguma forma me exporia, mas confesso não ter pensado na existência de mentes maliciosas capazes de propositadamente amotinarem a “paz” e sossego de quem apenas quer desabafar.
    Perturba-me esta situação e pondero a continuidade da minha presença na blogosfera.
    Na minha infantil inocência apenas vi um lado da moeda, esquecendo que ela tem duas faces e que atirada ao ar, as duas se misturam… não sei se estou preparada para conviver com esta realidade.
    O tempo o dirá.
    Um beijo e mais uma vez obrigada.
    Elsa said...
    Acerca deste tema,... muito haveria para dizer.
    Os frustrados, ciumentos, invejosos, pessoas de mal com a vida que se escondem sob a capa do anonimato não valem as linhas que gastamos com eles...
    ... não têm qualquer tipo de crédito... tal como as fontes anónimas para nós jornalistas. E como as opiniões de cada um, que valem o que valem...
    As suas palavras são usadas como escape para que se sintam bem a atirar as palavras com raiva para cima dos outros, são uns pobres coitados.
    Concordo com a Lis57 quando diz que só os aturamos enquanto queremos... quando deixarmos de o fazer eles seguirão com as suas frustrações para outras "paragens"...
    Espero que os anónimos te deixem em paz... de vez.
    Um beijo e boa semana
    Dä®k Añgë£ said...
    Art,
    Este é um tema tão polémico como real na blogosfera...
    Mesmo assim o melhor que temos a fazer é continuar e ignorar esse tipo de comentários, porque me parece que eles têm como objectivo fazer com que cada um de nós desista do seu espaço para não ter problemas.
    Acho que a melhor resposta que se pode dar a este tipo de situações é ignorá-las e seguir em frente o nosso caminho.
    Vê lá que até eu no meu blog, onde praticamente não tenho visitas nem comentários, já lá tenho alguns comentários anónimos.
    A sério, isso não me chateia, nem incomoda.
    Beijos.

Post a Comment