Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

O amor é fodido. Hei-de acreditar sempre nisto. Onde quer que haja amor, ele acabará, mais tarde ou mais cedo, por ser fodido. Porque é que fodemos o amor?

Porque não resistimos. É do mal que nos faz. Parece estar mesmo a pedir. De resto, ninguém suporta viver um amor que não esteja pelo menos parcialmente fodido. Tem que haver escombros. Tem que haver esperança. Tem que haver progresso para pior e desejo de regresso a um tempo mais feliz. Um amor só um bocado fodido pode ser a coisa mais bonita deste mundo.

O nosso amor já está fodido há muito tempo. Ela não acredita em nada do que eu digo, mesmo quando eu não digo nada...

6 Comments:

  1. Tazaroteno said...
    Como te entendo amigo, foi por ter esse pensamento que mudei de vida, uma vez fodido... fodido para sempre... Agora disperso em varios sentidos, só para não ser fodido.
    Elsa said...
    Olá Art...
    Acerca do textinho do MEC...nem comento...LOL... ele e os seus amores nunca teve muita sorte. Quanto a ti e à Dark Angel... 'tadinha dela é sempre tão maltratada!,...
    Olha, deixei a letra desta música que está a passar aqui, no Delírios... por isso... não a mudes já, é tão linda! deixa que mais pessoas possam usufruir dela...pus um link para o pedaços...
    beijos e espero que tenhas um óptimo feriado.
    beijo
    Shiazinha Star Eyes :) said...
    Tens toda a razão, Art... O Amor é por natureza, mesmo muito fodido, mas por vezes, estupidamente, ainda o tornamos mais fodido, quando tentamos fazer coisas para não cairmos na monotonia e metemos os pés pelas mãos. Mas no meio desta confusão, temos de ser perspicazes e saber tirar o melhor partido desta realidade.

    Boa sexta-feira de ponte ou de trabalho.

    Bjs grandes da Shiazinha :D
    Nefertiti said...
    Não seria eu capaz de tão bem definir amor, Art! Tens toda a razão!Quando o temos, questionamo-lo e sofremos com isso; quando não o temos, ansiamos por ele e claro, sofremos! Eu que o diga!!
    Como há bem pouco tempo disse: somos eternos humanos insatisfeitos!
    Um beijo
    Dä®k Añgë£ said...
    Meu amor,
    Já sabes o que penso sobre este assunto.
    Detesto o silêncio, detesto que não me falem sobre as coisas. É o pior que me podem fazer. Quando se faz delas um "tabu"... hummm...
    Por isso sempre que me fazes isso, para mim estás a tentar encobrir alguma coisa, logo estás a mentir-me.
    Beijitos
    Anónimo said...
    Dulcineia disse...
    Xiii...
    Lembrei-me daquele livro do Miguel Esteves Cardoso!
    Comprei-o há muitos anos...
    Na altura a minha mãe perguntou-me,"que raio de livro é esse?".

    04 Abril, 2006 23:31


    Soph!a disse...
    Parabéns!! Tens aqui um belo blog!!!

    Serei uma visita...

    24 Agosto, 2007 14:18

Post a Comment