Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Mais um dia se passou sem ti... está tão triste a minha vida... Diz-me o que é que eu posso fazer?

Cada uma que me procura abre mais a minha ferida, que parece que nunca mais cicatriza.

Magoei os meus amigos, porque só queria estar contigo, e porque quando se está ferido dói demais e fica tudo dividido entre a luz e a escuridão.

Podias vir-me dizer como é que eu sobrevivo, pois quanto mais eu choro, mais me apetece implorar-te, para me vires ajudar a esquecer-te. Mais um dia sem ti, quantas lágrimas eu perdi... O que é que eu fiz?

Amei-te mais do que tudo, e já não sei abandonar-te. O meu silêncio não é mudo, dá-me vontade de gritar, porque quando se está a sofrer dói demais, e fica tudo tão distante como a imensidão azul do mar.

Se um dia nos voltarmos a encontrar, diz-me como é que eu te vou perdoar, por todo este tempo que eu passei a chorar por ti? Será que bastaria abraçarmo-nos e amarmo-nos???

39 Comments:

  1. Luís said...
    Obrigado pela visita à Rotação dos tempos. Gostei muito também deste teu blog. Tem um grafismo e apresentação bastante interessantes e bons. Prometo que voltarei...
    Um abraço.
    BlueShell said...
    Como me entendes....como te entendo...nós sabemos como dói...não é? Jinho e carinho, BShell
    José Dias said...
    Há situações complicadas de se atravessar, principalmente no q toca a sentimentos amorosos... Espero q tudo melhore p os teus lados! um abraço*
    O Cavaleiro said...
    Digo-lhe: Beijarmos e Abraçarmos, com certeza já é um excelente começo ou recomeço!
    Abraço!
    O Micróbio said...
    O texto não está muito diferente ao que já nos habituaste, mas a foto hoje está excelente!
    meialua said...
    Realmente dói imenso quando se deixa tudo para trás por causa de alguém. Principalmente os amigos. E por vezes aprendemos isso da pior maneira.

    Quanto a recomeços quando realmente pensamos que vale a pena e o queremos, fazemos de tudo para ultrapassar as situaçoes adeversas que nos rodearam...

    Beijos e bom fim de semana*
    Ritinha said...
    Tantas vezes pensei assim... quem sabe se ainda não penso?
    Delírio da Loirinha said...
    Ola!
    É extremanente dificil perder alguem que se ama, chora-se , desepera-se, o mundo parece que vai acabar...mas com o tempo a dor atenua e começam-se a prespectivar outros horizontes... Em todo este processo conta muito a ajuda dos amigos. Embora te tenhas distanciado deles, se eles realmente são teus amigos não te vão deixar sozinha...porque não dar o pirmeiro passo...
    Beijinhos de Bom fim de semana
    Anonymous said...
    Doi muito..mas temos de ser mais fortes q a dor..senao consome-nos..a nós e à nossa vida.. rapidinho vais perceber q afinal n era esse alguem q dava vida à ta vida e sim q tu e a tua força de vontade é q fazem viver!! beijokas grandes.Andrye
    litle lucy said...
    entre a luz e a escuridão
    hmm... Pára.. olha.. escuta...

    pensa..

    suspira

    inspira expira

    caminha

    um beijo Rose***
    Flor said...
    Sofremos muito quando perdemos alguém que amamos, a quem nos entregámos, por quem vivemos, deixando tantas outras coisas para segundo plano. E pensamos porquê? O que fizemos de errado? Eu sei muito bem o que sentes. Quanto a um recomeço, acho que tudo tem que ser muito bem ponderado, pensado, para que não mergulhemos novamente na escuridão, no pranto e tantas vezes no desespero... Temos que pensar se seremos capazes de recomeçar, depois de uma ferida que custa tanto a sarar... se no amanhã, ela não ficará novamente aberta... Mas se tivermos a certeza que é o queremos, força... porque é preciso muita muita força... Bjs. Flor
    Elma said...
    Olhos para o futuro... Ainda permites que o passado te roube mais tempo desta forma... :)
    stillforty said...
    Bastaria!!!!!
    Caras bonitas no meu blog e dizes que a tua é a pior , não senhora a tu lá és o Keanu Reeves, queres melhor? As fotos é que andavam sempre a aprecere a desaparecer e foi uma "ginástica" até conseguir tudo direitinho. Beijo eheheheh
    D said...
    é preciso mta força.
    inicia um novo caminho,e nao penses e repenses no fim do teu ultimo.**
    Cris said...
    Chorar é consequência natural da dor... e faz bem! Mas como em tudo na vida, um dia chega em q tb as lágrimas já n têm razão de ser... e se, nesse dia, ainda doi então é pq n vale a pena o sofrimento, ou quem o provoca.
    Depois é preciso ter a coragem suficiente para limpar as lágrimas, erguer a cabeça e seguir nas pegadas de quem nos possa dar sorrisos em vez de dor!...

    Um beijo
    Menina_marota said...
    O amor dói... quando sentimos o abandono dentro de nós... eu sei isso muito bem... muito bem, mesmo...

    Um jinho de esperança e, um sorriso, também :-)
    Vera Cymbron said...
    Estou aí, entre a luz e a escuridão...
    Jinhos. Bom fim de semana.
    Anonymous said...
    Oiê, saudades desse cantinho onde o amor e a dor estão sempre presentes. É muito doido e doído um amor não correspondido, querer os encontros perdidos, fabricar irrealidades. Nesse estágio não sabe-se o que é melhor : dormir ou acordar. Não fará diferença. Se a memória lembra, não quer deslembrar, nem permite o seu fenecimento. É doído, por isso, é bom não aspirar o lugar de origem, Será como se mutilar por dentro. Sei que a memória guarda pedaços da nossa história, mas é tentar caminhar e a frente é sempre o melhor caminho. Art, espero que o que escreves, seja apenas devaneios, que esta não seja a tua realidade. ESPERO! Beijokas.
    Anonymous said...
    Oi Art, esqueci de assinar. rsrs. O comentário anterior é da anne, ok? Espero que esta realidade mude logo e que possas amar perdidamente e ser correspondido à altura. beijokas, Anne
    http://www.anne_voce.blogger.com.br
    Sónia said...
    Se um abraço resolvesse tudo, se o físico nos ajudasse a ultrapassar o intelectual, o psicológico...como seria simples a vida.
    Beijos
    Anonymous said...
    O amor pode ser passageiro...os amigos, se o são verdadeiramente, estão sempre lá!!
    Beijinho e bom fds!!
    Waxing Crescent
    Luís Miguel said...
    "Será que bastaria abraçarmo-nos e amarmo-nos???"... Completamente, completamente! Por um simples motivo: amor (no mais elevado nível) desconhece razão.
    .
    .
    Abraço. Bom fim de semana..
    .
    .
    Goncalo said...
    O amor tem destas coisas, embora não queiramos nem tudo é perfeito e muito menos correr sempre como queremos...
    Um abraço para ti e bom fim de semana
    isa xana said...
    entre a luz e a escuridão já estive tantas vezes, mas depois de a escuridão quase vencer, a luz é que no final ganha. espero que ganhe sempre.

    bom fim de semana.

    beijito*
    Wakewinha said...
    Não fossem os constantes cenários construídos com as ditas verdades que nos vendem, não haveria tamanha frustração... As coisas mais simples, aquelas que não aparecem nos filmes, nem são narradas nos livros mais vendidos, são geralmente as maiores portadoras do verdadeiro amor!
    yohanan said...
    e dpois as minhas palavras é k sao fortes??? okokokok adorei!!!bjx
    Daniel Aladiah said...
    Perdoar? Nunca! Ela merece ser castigada com muito amor...
    Abraço
    Daniel
    Vera Cymbron said...
    Esqueci de dar a resposta à tua pergunta final...Não! Não basta abraçarmo-nos e amarmo-nos...infelizmente! Às vezes o amor não é por si só suficiente.
    Jinhos
    Micas said...
    Abraçarmo-nos e amarmo-nos não basta, mas já é um bom (re)começo...;))) beijo e bom fim de semana
    pipetobacco said...
    { … [copy and paste] “cansado, deste falta de tempo e parecer, neste querer dizer e não poder, … por isso quando aqui estiver, tentarei deixar um pequeno silêncio para que possas entender, que aqui me prendo [entendo] a ler” © o5elemento … }{ *ou() }
    Rosa said...
    Eu não sei dessas coisas do amor e por isso às vezes parece-me que se ama mais o amor que se sente do que o seu objecto.
    AS said...
    Como nos dói a espera!... E como o tempo não passa!... E como nos sentimos incompletos!...

    Um beijo grande
    Conchita said...
    Acho que basta sermos felizes connosco, para depois sermos felizes com os outros :) Jitos***
    ricardo said...
    não sei o que te dizer. tu dizes tudo. quanto à pergunta final, navego entre um sim e não, difuso, confuso. o amor é mesmo assim: lindo e fodido! um abraço forte.
    peciscas said...
    A vida é feita de encontros e desencontros, mas nada é definitivo
    Clara Isasknovit said...
    Se o silêncio ti faz mal, se dificulta
    a vivência dos sentimentos, não deixe que ele(silêncio) ti abafe, sufocando o ser humano que vive dentro de você!
    Grite! Faça escândalo, jogue pedras na
    janela, não se paralize!Por Amor tudo vale a pena! Bjs!

    http://clara1.blogspot.com-->poesia
    http://clareando.blogspot.com-->prosa
    Rukinha said...
    err... se kalhar nao basta... mas komo ja me pareceu ver em cima, é um bom principio...=)
    Anonymous said...
    A (eterna) espera...
    Pipokita
    CPC said...
    Deveria bastar...

Post a Comment