Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Sou da opinião que a única verdade absoluta que existe, é precisamente não existirem verdades absolutas. É nas verdades absolutas que construímos a nossa personalidade, e estruturamos o nosso futuro. E ninguém contesta a veracidade das verdades ditas absolutas? Vivemos num mundo de verdades absolutas, mas superficiais.

Para mim a verdade que mais se consegue aproximar da verdade absoluta é aquela que está dentro de cada um de nós, essa verdade que é só nossa, que é a pedra basilar do nosso eu. A nossa verdade nunca será igual à dos nossos amigos mais próximos. Cada um tem as suas próprias verdades.

A cada experiência de vida que temos, as nossas verdades mudam, por vezes de forma drástica. Aquilo que acreditámos ser verdade durante anos, passa a não ser. Mas isso não quer dizer que se tenha tornado necessariamente em mentira. Simplesmente passou a ser uma não verdade.

A toda a hora nos questionamos sobre o que está certo ou errado, para a sociedade em que vivemos, ou até para nós próprios. Afinal todos fomos educados debaixo da tirania da verdade dos outros. Talvez por isso só quando nos é permitido pensar pela nossa própria cabeça, naquela fase em que contestamos tudo e todos, é que começamos a busca real da nossa verdade. Uns mais tardiamente que outros, mas acabamos sempre todos por chegar lá.

Chamem-me louco, mas eu só acredito furiosamente na minha verdade. Não a imponho a ninguém. É só minha. É a minha verdade absoluta.

17 Comments:

  1. Erotic Spirit said...
    Excelente!!!!!
    Preto e branco da cinzentoLOL
    Ate a nossa propria verdade muda um bocadinho com cada experiencia e ainda bem!! Sinal que continuamos a aprender e mente continua aberta a outras ideas e opinioes

    Loved this post!
    :) BJ
    Nandinha... said...
    a verdade absoluta é como o eu verdadeiro de cada um... rsrsr

    Engraçado pensar nisso.

    bjus
    Luadoceu said...
    Amigo art,permite me tratar te assim

    Nao existe na minha opiniao, verdade absoluta, o que eu acho e que esta, e confundida muitas das vezes com ocultar factos...
    Ocultar factos, significa que do outro lado, nao se faz pergunta, logo nao se omite nada, oculta-se

    A verdade e a mentira so exioste quando alguem faz a questao e mente ou diz a verdade, porque a questao esta la

    Nao sei se me fiz entender?

    Agora concordo com a nossa verdade, nao e a mesma dos outros, porque cada um interpreta a sua verdade como sendo sua e a dos outros diferente

    E um bom tema
    Bom fds
    Maria, Simplesmente said...
    A verdade absoluta!...
    Eu sempre acreditei na verdade dos outros... na moral dos outros... na sinceridade dos outros... nem sempre me saindo muito bem desse acreditar.
    Tive amigos que me trairam, quando julguei ser impossível isso acontecer, e mesmo com as provas na minha mãe ainda lhes dava o benefício da dúvida e não acreditava que fosse possível.
    Por natureza acredito, por circunstâncias da vida ponho reservas, por salvaguarda dos meus sentimentos passei a colocar pontos de interrogação onde não devia, e o mais curioso, é que foi de mim que passei a duvidar.
    Passei portanto a não ter a certeza de nada e muito menos das minhas verdades.
    Gostei do tema... como sempre faz-nos pensar.
    Bom fim de semana.
    Maria
    Olá!! said...
    A cada ano que passa fico mais honesta comigo própria e com os outros. Óbviamente isso passa pela tragédia de desconfiar de quase tudo e todos e de dizer o que penso, mesmo quando doí.
    Acredito na tua verdade, acredito na verdade dos outros, desde que essa verdade não interira com a minha. Afinal que tenho eu a perder senão a minha identidade??? Grave não era?
    Beijo em TU
    ▒▓█► JOTA ◄█▓▒ said...
    ººº
    Amigo... surpreendes-me... pela positiva, claro.

    Gostei do texto

    Fika bem

    Carpe Diem
    T I N I N said...
    Oiiiiiiiiiiiiiii
    Eu ainda acredito muito nas pessoas, não tem jeito...dizem que não aprendo, e eu digo que não acreditar é uma liçao muito dura de aprender...
    Mas sabe, mudando um pouquinho de assunto, eu vim guiada por um pensamento seu que li em um comentario que fez em um Blog :
    Å®t Øf £övë:... mulheres que nunca tiveram prazer sozinhas, dificilmente o terão acompanhadas, porque o prazer depende e muito da libertação da mente.
    Como concordo e faço de suas palavras as minhas tambem, fiquei curiosa e vim te conhecer.
    Gostei...
    Beijos
    Amizade
    T I N I N
    Libertya... said...
    bebi as tuas palavras como se do meu cálice da vida saíssem...
    bjs libertos
    Melissa said...
    Art, se formos atrás do que cada um considera verdade, fica tudo muito subjetivo, muito relativo, não iremos falar a mesma língua!
    A minha verdade me leva ao Pai!

    :) Beijos
    Maria, Simplesmente said...
    Este comentário destina-se ao "Pedaços de Nós".



    Estive no "Pedaços..." e vi que completou sexta-feira 4 anos.
    Venho deixar a toda a equipa que nele colabora as minhas felicitações, desejando que continuem com aquele espaço onde as emoções andam sempre à flor da pele, e mais ainda o meu agradecimento pela simpatia para comigo, que não fazendo parte daquele lugar me sinto muito honrada com o destaque e apoio que me deram.
    Que continuem com a mesma força até aqui demonstrada.
    Como não posso comentar por lá, é aqui que deixo o meu comentário e um abraço para todos os que lá colaboram.
    Beijo
    Maria
    Multiolhares said...
    Por a verdade não existir se diz que a verdade não passa de duas verdades, uma de fala outra de quem escutarem
    beijos
    Secreta said...
    Estou plenamente de acordo contigo! A única verdade que realmente conta e influencia de facto a nossa vida , é a NOSSA verdade. É a única incontestável pois é a que sentimos e faz parte de nós.
    Respeito na medida do possivel as verdades dos outros , mas de forma alguma me deixo reger por elas.
    Beijito.
    Fa menor said...
    Pois... podem não existir assim verdades absolutas, mas se não acreditarmos nA verdade, a que nos agarramos?

    Boa semana

    Bjs
    Je Vois la Vie en Vert said...
    Nunca me passaria pela cabeça te chamar louco !
    Acho muito bem acreditar em ti próprio !
    Quanto à tua filosofia de "viver intensamente o dia-a-dia como se não houvesse amanhã" (as tuas palavras no meu blog), também é minha por ter contactado a morte de perto várias vezes só com a diferença que acredito num amanhã além da terra mas enquanto estiver nela, tento vivê-la intensamente.

    Também acredito na minha verdade e acho muito importante divulgá-la aos outros respeitando, no entanto, que a minha não seja igual à dos outros e aceitá-la como facto normal.

    Beijinhos amigos

    Verdinha
    Parapeito said...
    :) ai a verdade!!! averdade...a tua a minha...a dos outros...
    Um abraço*
    Oliver Pickwick said...
    Permita-me discordar parcialmente, Art. Não há nenhuma verdade absoluta, inclusive, àquela supostamente defendida por nós mesmos.
    Um abraço!
    Blogadinha said...
    Não raras vezes, a conclusão alcançada coincide com a verdade de outros tantos.

    Haverá verdade absoluta na medida em ninguém a contesta ou refuta, é certo. Não obstante, o peso da verdade comum que te permite identificação e partilha do ser.

    Quando muito, pugnas pela tua individualidade.
    E nesta ironia... não a defendemos todos? :)


    Bjo

Post a Comment