Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Quando é que todas as nuvens desaparecerão das nossas vidas?
Até onde este nosso amor nos irá levar?
Nunca poderemos dizer que estamos satisfeitos, e nenhum de nós poderá dizer um dia que nunca tentou.

Tu és linda, eu ainda te amo... e lembro-me de todas as noites em que choramos juntos, de todos os sonhos que tivemos, e de como de repente se evaporaram, e se transformaram em fumaça.

Deixe-me sussurrar-te ao ouvido:
"Não chores... beija-me, porque os teus beijos têm um gosto doce, e eu odeio ver a tristeza nos teus olhos. Para mim não existe nenhuma mulher como tu... nenhuma mulher que chegue perto de ti... por isso enxuga esses olhos, porque nunca poderemos dizer que não tentamos"

...Mas não será este o momento de dizermos adeus?

16 Comments:

  1. Parapeito said...
    O terminar mais dorido é aquele que acontece quando duas pessoas se amam...
    Será que não é o amor o bastante?

    Eu não consigo entender....
    Erotic Spirit said...
    Just passed by to give you an hello... and what a sad sad post
    was already pretty sad and just got a lot worst

    :(
    João Norte said...
    Cheguei aqui através do blogue do Augusto onde não consigo comentar. Foi vir até cá. Este texto é bonito.

    E, já agora, você que consegue comentar no Augusto, diga a esse " filósofo" que não apague o blogue.
    Marina said...
    ai, que triste..


    =/


    Beijos!!!
    =D
    Carlos Carmo said...
    Será que o amor permite fazer tudo? Nunca vás...!!! Fica...!!!
    Elsa said...
    ART,

    fiquei sensivel ao ler... desistir quando se ama!
    Mas na verdade às vezes é necessário... não é nada facíl, mas um mal às vezes tão necessário.
    se for preciso recomeçar, recomeça... se for preciso voltar atras volta!... é nestas fases q percebemos realmente o que ainda nos faz FELIZ!...


    BOA SORTE!... para qq que seja a vossa decisão...

    jokas com força especial
    Elsa
    contradicoes said...
    Num tema que te é querido
    este que abordas do amor
    quiçá intensamente vivido
    e sempre como muito fulgor

    Um abraço do Raul
    MalucaResponsavel said...
    nao vou comentat.. estava a ler e, de certa forma, a rever-me.. eu ja disse adeus às amarras q ainda me prendiam. aos gosto de ti. Às lembranças. Às recordaçoes. bj
    Nandinha... said...
    Acho que nunca é hora de dizer Adeus...

    Lindo, estava com saudaded de andar por essas bandas...
    Parapeito said...
    :)) só para responder a tua pergunta no parapeito ;p
    onde desencantei o click!!!!!
    :)) filhota :)) só ela me faz clickar assim :P

    Boa semana :)
    Carla said...
    e como conseguiremos saber qual é esse momento?
    quando o peso da presença é maior do que o peso da ausência?
    beijos
    Nogs said...
    Art,

    Há amores difíceis e neles nunca se sabe se existirá um momento certo para dizer adeus...


    Beijooo


    Ps: Obrigada pelas tuas visitas, e já que pediste já comecei a publicar a história da qual falei no Às Vezes de Noite. Serão uns quantos posts e capítulos até me despedir.
    aorta said...
    Nunca saberemos...

    Não prolonguei as férias, Art. Estou bem aqui atrás do écran do meu pc. Mas, a trabalhar. A trabalhar arduamente e na esperança desde meu trabalho dar frutos. Por isso, tive de dar um pouco mais de férias ao blog.
    Espero voltar em breve.
    Um grande beijo para ti.
    miriamdomar said...
    Tu já reparaste que se todas as nuvens ,desaparecessem das v/ vidas, v/ não davam valor ao sol?
    Tu já pensaste que se soubesses o fim de tudo , não continuavas a caminhar?
    Nuvens e interrogações ,têm de haver sempre!São a mola de impulso para vivermos !E tentarmos ser e fazer o outro feliz!
    Dizer adeus, custa sempre!Mas quando se ama, e tem que haver uma separação ,por qualquer motivo ,é um adeus por amor!
    Ou antes,não é um adeus ,é um até qualquer dia!
    Bjs
    Flá said...
    Oie, estava passando e vi seu blog, achei muito gostoso o seu texto... Se ama pq o adeus? não há pq não compreender este amor e este adeus...
    Alien David Sousa said...
    Por vezes o amor só por si não é suficiente para levar uma relação para a frente. É triste, mas é um facto.

    Beijinhos Art

Post a Comment