Profile | Facebook | Videos | Fotos | Portofolio | Ebay | Leilões.net | email |

Ainda me lembro da primeira vez que ouvi falar em blogs, e a minha primeira sensação foi de achar ridúculo. Pensei que era estúpido achar inteligente escrever devaneios loucos, e pensar que outras pessoas iriam ler, comentar, e tirar conclusões...!!!

O tempo foi passando, e de alguma forma fui-me aproximando dos blogs. No inicio em segredo, depois querendo que fossem sabendo da minha existência, e o meu interesse foi aumentando à medida que ia crescendo o número de letrinhas aqui alinhadas... e assim nasceu o "About Last Night" que hoje completa o 2º ano de existência.

Por isso vamos lá todos soprar as velinhas...

Sinceramente nunca percebi se devemos festejar ou tentar esquecer a passagem de mais um ano. Se por um lado, um ano pode trazer uma nova esperança, por outro, ele pode servir para recordar aquilo que não fizemos, e as coisas que não vivemos. É por isso que às vezes a alegria, é uma alegria ambígua.

Ao longo destes dois anos sorri, brinquei, por vezes senti-me triste com o que li nas visitas que fui fazendo a blogs amigos... muitas vezes a horas proibitivas da noite, e fui deixando que me imaginassem outro, que me sonhassem, que não vissem a totalidade do que sentia. É tão fácil existir assim... eu sou tudo o que vocês quiserem, tudo o que conseguirem interpretar daquilo que aqui vou escrevendo.

Na generalidade somos todos iguais. Buscamos as mesmas coisas. É incrível como tantas vezes nos camuflamos debaixo duma capa que não deixa que ninguém nos veja realmente. Procuramos as estrelas, mas não vemos o céu. Queremos conhecer o universo, quando nem nos conhecemos a nós próprios. As coisas não fazem sentido, e então tentamos escrever o que nos vai na alma, mas apesar disso, não saímos da roda das coisas fúteis em que estamos metidos.


Mas afinal porque se escreve? Ninguém sabe...
E para quem se escreve? Quase nunca se diz...
Então porque escrevemos?

Se corremos sempre o risco de publicar textos que causam o efeito "ramo de noiva"... viramo-nos de costas e atiramos com os olhos fechados, e depois há sempre uns quantos saltar com as mão no ar a pensar que o fizemos especificamente para eles...

Escreve-se porque se acha que ninguém nos ouve... porque a loucura anda por perto... e escrever é uma forma de a distrair.
Escreve-se porque sim... e porque também...
Escreve-se quando não se pode fazer mais nada...
Escreve-se porque nos salva do cansaço e do desencanto, que a vida nos empresta através da solidão e do silêncio.

Escreve-se porque as palavras mandam mais do que nós.
Escreve-se porque o tempo que passamos a lutar pelas palavras, é o tempo em que estamos com os nossos pensamentos.
Escreve-se para se vencer o medo, para tocar no coração daqueles que gostamos, para esquecer aqueles que não nos souberam amar, e para que o mundo não nos passe ao lado.

Aqui tenho escrito sentimentos bons e maus, antigos e recentes, parvos e inteligentes, inspirados e cansados. Sempre aqui fui falando de tudo o que me foi passando pela cabeça, como mais me apetecia, sem pensar agora dois anos depois o que poderia sentir ao relê-los.

Nunca me levei demasiado a sério. Continuo a sentir-me um miúdo. É verdade que estou mais sensato, mais ponderado, mais maduro. Mas como costumo ouvir dizer, as pessoas a partir de uma certa idade escolhem a idade que querem ter, e eu escolhi ficar entre a adolescência e a maioridade.


Aqui tenho partilhado alguns dos momentos mais importantes da minha vida... tristezas, ausências, alegrias, sonhos e pesadelos, bocados de uma vida que se repete um pouco por todo o lado. Sentimentos e situações que passam um pouco por todas as vidas.

Através das palavras percebi que não há nada melhor do que dar e partilhar. Sempre acreditei que tudo o que é dado perde-se... e que tudo o que é partilhado não mais se esquece.

Por isso o "About Last Night" é de todos vocês que me têm acompanhado ao longo destes dois anos, estejam próximos ou longínquos, porque na verdade estou muito grato a todos que fazem o favor de o ler, porque ele é escrito com pedaços da minha pele...

Obrigado a todos

33 Comments:

  1. lualil said...
    PARABÉNS... manter um blog é uma tarefa difícil assim como não é lá muito fácil manter-se vivo mas qui vai-se indo muito bem!!
    beijinhos
    Miosotis said...
    Art, nunca te li com tanta profundidade!!Comovi-me!

    Verdades de um ser em evolução, sensível, sofrido...

    Gostaria de te dizer q nós não escolhemos nada, a vida escolhe por nós! Dá-nos talvez a ilusão dessa escolha, e deixa-nos prosseguir na senda dessa "liberdade" inelutável!

    Mas hoje é dia de momentos felizes para ti e para o teu espaço! Perdoa este pensamento tão desabrido!

    Pelo carinho q me demonstraste, não tenho palavras... mas sim um eterno eterno abraço de ternura!
    csf said...
    É a primeira vez que escrevo uma mensagem num blog, desconheço se será também a última.Mas,também pela primeira vez, não consegui evitar fazê-lo, primeiro para dar os parabéns pelo 2º aniversário, segundo porque também faz parte da minha vida, da minha pele e, quem sabe,não terei encontrado aqui parte da minha verdadeira natureza...Aqui deixo uma parte de mim.
    Alba said...
    Bem, acho que escolhi uma noite bem "adequada" para esta visita...

    Parabéns ao autor! :)
    Ricardo said...
    O importante é jorrarmos o que nos vem na alma através das palavras. As coisas presas nunca podem ser boas. Continua!
    Maria Carvalho said...
    E eu junto a minha à tua voz para festejar, sim, celebrar, mais um ano. Escreve-se porque sim, mas porque também...Muitos beijos.
    Felina said...
    Escrever é registar para a posterioridade pensamentos, emoções e pedacinhos da nossa vida que, de outra forma, se poderiam perder no tempo... Eu gosto muito de te ler, por isso, MUITOS PARABÉNS por estes dois fantásticos anos e espero contar todos os teus aniversários... quer dizer: do blog e TEUS!!!

    BEIJO DOCE E FELINO!
    Lúcia said...
    um beijo de parabéns por estes 2 anos em que puseste no ciber-espaço os teus sentimentos e os partilhaste connosco.
    Cristina said...
    Olá Art,
    Primeiro Parabéns pelo segundo aniversário, pois é dificil manter um blogue tanto tempo, é preciso dedicação e muito tempo, muitas noites perdidas.
    Segundo parabéns pelo teu texto, foi um dos textos teus que mais me tocou, não sei porque, talvez porque li a sinceridade nas palavras que usaste.
    PARABÉNS :) e um beijinhu
    P.s.
    Criei um novo cantinho, o antigo já não fazia sentido
    http://aztheworldturns.blogspot.com
    MalucaResponsavel said...
    PARABENS por estes dois anos em que deste um bocado de ti a todos nós que te lemos e te tentamos apreender para nós. adorei a sinceridade com que escreveste este texto, a mm que sempre denotei nos teus outros textos, apesar de, por vezes, com algumas coisas por dzr... bj gd
    Papoila said...
    Olá Art:
    PARABÉNS!!!! Dois anos a blogar é muito tempo! PARABÉNS!!!!
    Escreve-se porque se escreve e às vezes nem tanto... continua a escrever!
    Beijo
    Paty said...
    Meu caro Art,
    Descobri-te já no meio do teu percurso...no entanto sinto-te como se tivesse estado presente sempre. Acredito que a escrita é como os sonhos...pura manifestação do nosso eu interior, daquilo que esta profundamente escondido no fundo de nós. Escrever é libertar tudo isso...
    Não ha melhor forma de nos dar a conhecer e de nos conhecermos, e é um exercicio fantastico para percebermos aquilo que nos transtorna. Tb todos temos um pouco de louco...
    A tua maturidade, profundidade transborda neste teu post...pareces mais sereno, tranquilo, pareces ter aceite algo que te custava aceitar...a revolta finalmente terminou.
    E esperemos continuar sempre a ler-te, a absorver com entusiasmo cada palavra, cada sentimento, cada pensamento e faze-lo parte integrante de nós. Nunca te esqueças que aquilo que das não é perdido...mt pelo contrario...recebrás em dobro aquilo que dás...essa é a recompensa do universo!
    Parabéns meu amigo...parabéns pela tua genialidade!
    Beijos
    Lis57 said...
    Parabéns pelo 2º aniversário do teu blog e pelo texto sublime que escreveste para assinalar este dia de bufar às 2 velinhas.
    Será que algum de nós sabe porque realmente escreve? Também não importa muito saber a razão.O mais importante é nunca deixarmos de escrever.Obrigada por toda a tua escrita, que vale sempre a pena ser lida. Um beijinho
    Freyja said...
    FELICITACIONES
    2 años y un bello blog que entrega siempre sentimeintos y envuelve
    esta bella la relexion que dejan hoy
    un abrazo muy grande y sonrisas y flores en este dia para ustedes
    muchos cariños y un bello fin de semana



    besos y sueños
    Elsa said...
    Parabéns por mais uma velinha no bolo de aniversário do About Last Night... continua sempre a escrever o que te vai na alma e no coração, pois essa é a melhor forma de nos sentirmos leves...
    Um beijo enorme e não te esqueças... ser feliz não é utopia. :o)
    cidadão comum said...
    os meus sinceros parabéns.
    folhasdemim said...
    Mudei de casa: http://desfolhada2.blogspot.com/
    e parabéns :) o desfolhada também fez 2 anos recentemente.
    Beijokas, Betty
    Daniel Aladiah said...
    Caro Art
    parabéns pelo aniversário e pela partilha de longa data.
    Um abraço
    Daniel
    chama oculta said...
    Poisé, e parecendo que não....há dois anos que te leio! Como o tempo passa. Também o meu blog vai fazer 2 anitos! Parabéns plo aniversário do blog, pela excelente escrita e principalmente pela fantástica definição que deste sobre o que este mundo dos blogs é! Já agora....se houver bolo, também quero uma fatia! eheheh Beijinhos!
    imensa said...
    parabéns, mestre!

    um beijo imenso
    imensa said...
    espero estar sempre aqui para comemorar!

    beijitos
    Nefertiti said...
    Escrever…
    Diz o meu velho dicionário que o termo escrever significa “representar por palavras”. É efectivamente esta a expressão que encerra o exacto significado de escrever.
    Escrever é eternizar vivências, conhecimentos, sentimentos, …, é comunicar.
    Aqui neste mundo onde imperam as palavras, escrever significa semear, fazer germinar a nossa essência de forma a deixarmos que a nossa imagem seja moldada por quem nos lê.
    Escrever, porquê?
    Nos meus sonhos de criança almejava saber escrever. Nunca o consegui, não da forma que eu entendia e entendo como “saber escrever”. Hoje colmato, de alguma forma, essa pequena decepção da minha vida, com algumas palavras alinhadas, tal como dizes, não com a presunção de que saiba escrever, mas com uma única finalidade: dar-me voz; permitir-me a liberdade de dizer o que me vai na alma; dar-me uma oportunidade, …
    Relativamente à comemoração que aqui é festejada, quero, para além de te dar as merecidas felicitações, subscrever tudo quanto já te disse sobre este teu espaço e sobre ti, como ser humano.
    Plagiando um amigo em comum: “Tenho um desejo…” – Que o meu Deus te ilumine sempre e que perpetue a tua presença entre nós.
    Um beijo.
    syl said...
    Poucas vezes me sinto identificada com o que leio pelos blogs, porque o se escreve é resultado de cada um, apesar de todos sermos semelhantes na essência. Mas o que escreveste aqui é demasiado verdadeiro para nãao ser reconhecível a todos os que escrevem, mesmo os que como eu o fasem algo timidamente. Tiraste-me as palavras do peito, foi o que foi... Mas não faz mal, veste-las muito bem.
    Andrye said...
    Apesar de atrasada deixo os meus parabens e tb aproveito pa repetir q tens uns dos blogs q mais gosto.. continuas a escrever de uma maneira q arrepia.. um bj cheio de saudade**
    Miosotis said...
    Se puderes passar pelo meu espaço, deixei uma mensagem de ternura para tdos os q me dedicaram com carinho, algum do seu tempo!

    bjs e bom f-s!
    Li said...
    Parabéns!!
    Eu no inicio também pensava muito mal dos blogs até que criei um e apaixonei-me completamente por ele!

    Bom blog ;)
    boxexas said...
    Querido Art, em primeiro lugar, deixa-me felicitar-te por este blog, pelas tuas palavras, pela tua partilha. Estamos todos de parabéns, nós, que nos libertamos pelas palavras, que escrevemos para deixar as máscaras cairem e para nos sentirmos mais leves, mais compreendidos, mais acompanhados... és uma pessoa de sentimento, por isso, adoro ler-te, e tentar sentir-te. Muitos parabéns por estes 2 anos e que te mantenhas sempre entre a adolescência e a maioridade, com esse teu sentir sempre profundo e sincero. Beijos enormes**
    lazuli said...
    Art, parabens atrasados, mas de verdade.
    Foste um dos primeiros blogs do lote que "conheci". Por isso, e também por essa natureza tua que faz de ti aquilo que se quiser em cada momento - e tu especialmente tens esse dom..- um beijo e um abraço.
    Quanto ao texto propriamente dito, é um dos teus melhores.
    Estrela do mar said...
    ...@migo, eu sempre te entendi...e tentei sempre ir ao encontro dos teus maravilhosos posts comentando de acordo com o que eles me transmitiam...verdades ou n?...nâo interessa...o que interessa é que eu gostava e gosto da forama como nos fazes sonhar:)))...por isso espero que continues e por muito tempo aqui entre nós...PARABÉNSSSSSSSSSS!!!...


    Jinhosssssssss
    Squeezy said...
    parabéns por estes dois anos fantásticos... :)
    said...
    Li muita coisa do teu blog. Gostei bastante. Parabéns pelo ano de blog. visita-me...
    Beijos
    robina said...
    Sempre a tempo (espero) para te deixar um beijinho de parabéns pelo aniversário do blog.
    Visible Silence said...
    Querido Art,
    Qualquer momento é bom para eu te beijar... e te dar os parabéns...
    Não é? Ou não...? :):)
    De qualquer maneira... arrisco...
    E... beijo-te :):)

Post a Comment